A pequena estação do Canadá fechou

15 04 2017

Adrian M. Peterson

De acordo com vários informes recentes, a estação de ondas curtas pequena, isolada e de baixa potência localizada na costa oeste do Canadá deixou de transmitir permanentemente. A estação CKZU da Canadian Broadcasting Corporation que serviu as comunidades do norte da Columbia Britânica por 75 anos deixou de transmitir devido a falha no equipamento  no ano passado e confirmou que o custo de substituição não era financeiramente justificável.

Diversos ouvintes observaram que a estação estava transmitindo de forma intermitente desde a metade de 2015, provavelmente por mais tempo fora do ar.  O Dexista Harold Sellers informou no boletim dinamarquês DX Window ter ouvido a CKZU com sinal forte em sua frequência habitual na faixa de 49 metros, em 6160 kHz em 30 de Setembro de 2016.

Harold Sellers vive na cidade de Vernon, na região central da Columbia Britânica, que fica na área de cobertura em ondas curtas da CKZU. Tal observação resultou na última captação registrada da CBC Vancouver.

O Dexista Walter Salmaniw vive na cidade de Victoria, que fica a 96 km da CKZU. Citando Colin Newell, Walter Salminaw informou na internet que a CBC Vancouver declarou que o antigo transmissor da emissora não tem mais condições para reparos e o custo de substituição não é justificável por conta do número limitado de ouvintes de seu sinal em ondas curtas.

A CKZU sempre compartilhou suas instalações com a estação de ondas médias da CBC Vancouver e entrou em operação em Dezembro de 1941. Na época, o indicativo em ondas médias era CBR e em ondas curtas CBRX. Contava com um transmissor RCA de apenas 150 watts, e operava em 6160 kHz, o único canal em ondas curtas que ela usou.

O sistema irradiante também ocupava a mesma localidade da CBR na ilha Lulu, ao sul de Vancouver. O transmissor foi ao ar com dois propósitos específicos: alimentar a rede de retransmissores de ondas médias de baixa potência da CBC na Columbia Britânica e recepção direta por ouvintes em áreas isoladas da região.

A ilha Lulu é pequena e possui relevo baixo e plano e possui algumas áreas abaixo do nível do mar e do rio. Seu nome é uma homenagem animadora Lulu Sweet, aparentemente do Havaí, que havia comprado a ilha. Talvez o apelido Lulu Sweet venha de Hono-lulu. Um dique elevado foi construído no entorno de todo a área povoada como proteção contra inundação do rio Fraser e contra tempestades do Oceano Pacífico.

O local em que ficavam os transmissores da CBR e CBRX ficava em uma área agora ocupada por casas. O primeiro sistema de antena era composto por uma rômbica em formato de diamante suportada por quatro torres de 15 metros de altura e cada perna com 73 metros. O lóbulo principal era voltado a noroeste, permitindo a cobertura das áreas costeiras do norte da Columbia Britânica.

Em 25 de Janeiro de 1952, o indicativo da estação de ondas médias foi trocado para CBU, com o CB indicando CBC e o U indicando Vancouver. A estação de ondas curtas deixou de ser CBRX e tornou-se CBUX, com o X indicando ondas curtas.

Dois anos depois (1954), o pequeno transmissor de 150 watt da RCA foi substituído por um da inglesa Marconi, com 1 kW de entrada e ½ kW de saída. Em 1965, o indicativo de ondas curtas foi trocado novamente, devido ao fato dos indicativos das estações internacionais que começavam com CB pertencer ao Chile, não Canada. Então a CBUX passou a ser CKZU.

Em 1967 um novo centro transmissor foi construído. Ele ainda ficava na ilha Lulu, mas agora na área protegida pelo dique. A CKZU foi deslocada em conjunto com a estação CBU e seus 50 kW.

Em 1983, um novo transmissor de ondas curtas foi instalado, um Elcom Bauer, modelo 701B, de 1 kW. Ele foi o terceiro transmissor da emissora, e que se manteve em operação nos últimos anos.  O sistema de antenas, suportado por quatro mastros de madeira, é um dipolo com refletor passivo, e ainda proporcionava cobertura do norte.

Em 2008 surgiram rumores de que a CKZU deixaria de transmitir; em 2013 a licença da CKZU foi cancelada e logo em seguida renovada; em 2015 ficou fora do ar e em Setembro de 2016 foi captada por um curto período. Em Fevereiro último a CKZU foi declarada inoperável.

Infelizmente ela agora faz parte da pilha de emissoras de ondas curtas que nos deixou, embora ainda seja possível ver no Google Earth o sistema de antenas e a construção que ainda abriga o transmissor de 50 kW em ondas médias na frequência de 690 kHz. Também poderá ver uma pilha de pinheiros velhos que foram levados para a área por conta de tempestades e inundações.

Então, o que restou da cena em ondas curtas do Canadá? Ainda é possível ouvir a CKZN, de Saint John, Newfoundland, com 1 kW em 6160 kHz; CFVP, de Calgary, Alberta, com 100 watts em 6030 kHz; CFRX, de Toronto, Ontário, com 1 kW em 6070 kHz. E não esqueça da estação de sinais horários CHU, de Ottawa, Ontário, em 3330, 7850 e 14670 kHz.

Artigo traduzido mediante autorização. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.

Você já conhece o canal Regional DX no Youtube? Vídeos novos publicados nos dias pares do mês. Não deixe de se inscrever, curtir os vídeos, comentar e compartilhar o conteúdo. Visite em youtube.com/regionaldx

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: