Adeus, Rádio Austrália

11 03 2017

Adrian M. Peterson

Ao final da transmissão de 31 de Janeiro de 2017, os transmissores de ondas curtas em Shepparton (Victoria) foram programados para serem desligados pela última vez. A Rádio Austrália terá assim nos deixado para sempre. Também se foram os três transmissores localizados no Território do Norte, o que marca o encerramento do do serviço voltado a comunidades espalhadas e isoladas do deserto australiano.

Tudo começou em 20 de Dezembro de 1939, quando o serviço internacional em ondas curtas da Austrália foi oficialmente inaugurado sob o nome “Australia Calling” (Austrália Chamando). Em tal oportunidade o Primeiro Ministro australiano, Robert Menzies fez um discurso desde Melbourne, o locutor John Royale falou desde Sydney e o sinal foi transmitido de Pennant Hills e Lyndhurst. O programa foi captado no mundo inteiro.

O programa começou às 17:00, horário local. Neste artigo veremos um pouco da história desses transmissores que levaram a programação da Rádio Austrália ao exterior.

Pennant Hills, Nova Gales do Sul: AWA, VLQ e VLI

A estação da AWA em Pennant Hills era composta de três transmissores quando a “Australia Calling” foi inaugurada. Cada um deles, com 10 kW, foi fabricado pela AWA e usava os indicativos VLJ, VLK, VLM e VLZ para comunicações utilitárias. Para transmissão de programas de rádio foi adotado o indicativo amadorístico VK2ME.

O primeiro indicativo adotado por estes transmissores foi VLQ. Quatro anos depois, ele foi transferido para um novo transmissor regional localizado em Brisbane/Queensland e o novo adotado pela “Australia Calling” passou a ser VLI.

O uso dos transmissores em Pennant Hills pela Rádio Austrália durou cinco anos, quando uma estação dedicada foi inaugurada em Shepparton, Victoria. A estação em Pennant Hills foi fechada em 1955 e o prédio que abrigava os transmissores é o salão paroquial da Escola Católica Primária Carlingford.

Lyndhurst e Victoria: ABC e Rádio Australia VLR, VLG e VLH

Quando a “Australia Calling” foi inaugurada, havia apenas um pequeno transmissor de ondas curtas em Lyndhurst, Victoria, uma unidade experimental de 2 kW com o indicativo VLR. Ao longo dos anos, vários transmissores de 10 kW foram instalados progressivamente tanto para o serviço doméstico da ABC assim como para a Rádio Austrália, e utilizavam os indicativos VLR, VLG e VLH.

A estação de ondas curtas de Lyndhurst foi fechada em 1987 e a propriedade hoje é ocupada por um complexo residencial.

Wanneroo, Oeste da Austrália: VLW e VLX

Poucos meses depois da inauguração da “Australia Calling”, outro transmissor de ondas curtas em outro local distante foi instalado. Novas instalações para ondas médias e curtas estavam sendo construídas em Wanneroo, no outro lado da ilha.

O transmissor VLW tinha 2 kW e passou a transmitir a “Australia Calling” em 7 de Abril de 1940. Não é de admirar que a Alemanha nazista descrevesse com desdém o novo serviço internacional de ondas curtas da Austrália como o apito do Pacífico, com um total de apenas dois transmissores de ondas curtas a 2 kW e três a 10 kW.

Nessa época, a programação tanto da ABC como da “Australia Calling” ia ao ar por meio do transmissor de 2 kW em Wanneroo, e ambas organizações usavam o mesmo indicativo, o que causava bastante confusão. Por exemplo, a ABC usava o indicativo VLW2 em 9615 kHz para o interior do país, mas a “Australia Calling” usava o mesmo em 9650 kHz para o Sudeste asiático.

Ao longo dos anos a estação de Wanneroo foi reformada e transmissores de ondas curtas de 10 kW e 50 kW foram instalados como VLW e VLX. A estação foi fechada em 1994, e o local passou a ser uma reserva ambiental. As torres das estações de ondas médias da ABC permanecem no local: 6WF (50 kW em 720 kHz), 6RN (20 kW em 810 kHz) e 6PB (10 kW em 585 kHz).

Shepparton, Victoria: VLA, VLB, VLC, VLD, VLE, VLF e VLY

O primeiro transmissor da estação da Rádio Austrália em Shepparton passou a operar em 1 de Maio de 1944 com o indicativo VLC. Era um transmissor RCA de 50 kW que também levou ao ar a “Hora Filipina”, programa produzido pela Voz da América durante um ano.

Quando houve a rendição japonesa em Agosto de 1945, dois transmissores adicionais de ondas curtas foram colocados em operação. Eles foram fabricados pela AWA e STC em Sydney e eram identificados como VLA e VLB.

Com a chegada de um novo transmissor, os indicativos VLD, VLE e VLF foram adotados. No período dos Jogos Olímpicos de 1956 em Melbourne, um transmissor temporário de 10 kW foi instalado em Shepparton sob o indicativo VLY.

Ao longo dos anos vários transmissores de ondas curtas de 10 kW, 50 kW e 100 kW foram instalados, embora apenas três de 100 kW estejam atualmente em operação. A estação de Shepparton levou ao ar transmissões em diversos idiomas, fazendo com que a Rádio Austrália tivesse sintonia regular em quase todo o planeta. Em situações de emergência climática no norte da Austrália o serviço doméstico da ABC foi direcionado às áreas atingidas.

Com 77 anos em serviço, a estação de ondas curtas de Shepparton é o último centro transmissor que ainda leva ao ar a programação da Rádio Austrália. No último dia de Janeiro de 2017 ela deixará de transmitir e entrará para a história.

Artigo traduzido mediante autorização. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.

 

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: