A radiodifusão em Guam

13 02 2016

Adrian M. Peterson

A história das comunicações em Guam começou quando o sistema de cabos submarinos ligando São Francisco a Manila foi concluído há mais de 100 anos. A seção entre São Francisco e Honolulu foi completada em 1902; em 1903, as três seções entre Honolulu e Manila via Ilha Wake e Guam foram completadas por dois navios, o Anglia e o Colonia. A junção final com Guam foi completada em 5 de Junho de 1903.

Inicialmente uma casa de madeira foi construída para abrigar o terminal de cabo próxima a Agana, na costa oeste de Guam. Em 4 de Julho de 1904, o presidente Theodore Roosevelt abriu oficialmente o sistema de cabo Transpacífico e em 2 de Abril do ano seguinte uma construção permanente foi concluída.

No mesmo período da construção do gigantesco sistema de cabos estava em curso o desenvolvimento do sistema de comunicações navais dos Estados Unidos também em Guam. A construção da estação, que foi instalada em Mt. Macajna, próxima a capital Agana, começou durante 1904.

Dois mastros foram enviados para Guam, assim como os equipamentos eletrônicos, que incluía um transmissor de centelhamento de 3 kW e um gerador à querosene. A estação, que usava o indicativo naval NPN entrou em operação em 26 de Janeiro de 1906 e serviu como link de comunicação entre Honolulu no Havaí e Manila, nas Filipinas.

Posteriormente, um transmissor Telefunken de 5 kW foi instalado em Mt. Macajna. Em 1914 ele foi trocado por uma unidade de 2 kW que estava em Cavite, nas Filipinas, em uma tentativa de obter transmissão direta entre a nação asiática e os Estados Unidos. O transmissor foi desativado por volta do final da I Guerra Mundial.

Em 1917, uma estação naval foi construída em Nimitz Hill, ao sul de Agana.

Segundo o planejamento inicial, a estação acomodaria dois transmissores de centelhamento de 100 kW cada, embora no início apenas um de 30 kW tenha sido instalado. Duas torres com 180 metros foram erguidas. O centro de controle da estação também ficava em Nimitz Hill.

Em 1929, outra estação naval foi construída, desta vez em Libugon. Ela contou inicialmente com três transmissores de centelhamento, sendo dois de 100 kW e um de 30 kW. Logo depois foram instalados transmissores para ondas médias e curtas.

Três anos depois, todos os transmissores foram removidos de Libugon e reinstalados em um prédio anexo em Nimitz Hill. Na época a estação de interceptação foi transferida para uma localidade isolada em Libugon e as torres substituídas por antenas em “V”. Tal estação, identificada como “Baker B” foi usada para monitoramento de todas as formas de transmissões japonesas durante o período que levou à guerra no Pacífico.

Durante o período pré-guerra, a marinha experimentou instalar estações de rádio em várias localidades de Guam. Durante três anos, uma estação receptora esteve em uso em Yigo, no norte da ilha (1921 – 1924); uma estação de goniometria foi usada em Mt. Santa Rosa por três anos (1922 – 1925); e uma estação receptora adicional em Merizo, no sul da ilha (1922 – 1925). Os transmissores de Merizo foram reinstalados em Nimitz Hill, e o prédio principal em Merizo hoje abriga um centro de recreação para jovens.

No início da década de 1930, a Globe Wireless construiu uma estação própria em Guam, com transmissor e torre instalados na Globe Wireless Hill. Em Julho de 1930, diversas frequências em ondas curtas foram aprovadas para uso pela Globe Wireless em Guam, embora sem informação de prefixo nos documentos oficiais do governo.

Embora não exista registro de indicativo primário nos documentos oficiais da época, aparentemente dois subsidiários, KDC e KFQ apareceram em uma lista de indicativos de ondas curtas de 1933. É provável que o indicativo primário da estação da Globe Wireless em Guam era KFH, que inclusive a própria empresa usou na mesma localidade meio século depois.

A estação de ondas curtas da Globe Wireless tinha um propósito duplo: servir como retransmissora entre as Filipinas e os Estados Unidos e para a transmissão de tráfego comercial e notícias de Guam para os Estados Unidos.

Há duas estações de ondas curtas na região de Sumay, próximas ao local em que foi instalado o terminal de cabos em 1904. Uma estação marítima também foi instalada em 1921.

Em 1935, a PanAm construiu uma estação de ondas curtas em Sumay para comunicação com seus voos transpacífico. A PanAM assumiu o controle e modernizou as instalações para hidroaviões usada pela marinha e a estação foi instalada em conjunto com um novo hotel PanAm.

Dois dias depois do ataque à Pearl Harbor em Dezembro de 1941, os japoneses invadiram a ilha de Guam e aceitaram sua rendição, mas o que houve com as estações de rádio? A estação marítima NPN em Nimitz Hill foi destruída por ataques aéreos japoneses, assim como a estação em Sumay. A estação da Globe Wireless foi abandonada alguns meses antes da guerra começar.

A estação da PanAm KNBG foi bombardeada, mas não destruída nos primeiros ataques aéreos. Na noite do segundo dia de ataques foi enviada a mensagem final para o continente e o operador destruiu deliberadamente os equipamentos eletrônicos. A estação marítima de Libugon, que também serviu para monitoramento secreto foi destruída depois de ataques aéreos. O local hoje é ocupado pela mata e conhecido por suas trilhas, que atraem tanto turistas como moradores da região.

Artigo traduzido mediante autorização. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.


Ações

Information

One response

15 02 2016
Karl Leite PS7KM

Muito interessante esse texto, Ivan. ==== Karl Leite, PS7KM Natal, RN, Brasil ps7km@yahoo.com.br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: