A história da estação VID

27 12 2015

Adrian M. Peterson

Na época em que a estação costeira VID foi instalada em Darwin, no Território do Norte (Austrália), a população era de menos de mil pessoas. O local era totalmente desconectado do resto do país: não havia conexão por estradas, via férrea e obviamente na época o transporte aéreo de passageiros ainda não tinha se desenvolvido. Havia apenas uma linha telefônica não confiável que cruzava o deserto por milhares de quilômetros e que conectava o extremo norte com o distante sul.

Na época os habitantes lutavam por emprego, embora tenha sido descoberto ouro em Pine Creek, 225 km ao sul de Darwin. Outros moradores estavam envolvidos com a produção de alimentos em larga escala, serviços públicos e a manutenção do sistema de cabos que conectava Adelaide e Cingapura. Também havia um grande grupo de aborigines Larrakia em Darwin e áreas próximas.

Em 1911, a seção australiana da Marinha Real Britânica recomendou que um total de dezesseis estações costeiras precisavam ser instaladas na costa da Austrália, sendo três de alta potência e o restante de média potência. Darwin receberia uma de média potência.

A nova estação costeira para a costa norte da Austrália foi construída em Frogs Hollow, Darwin, e um transmissor de centelhamento de 5 kW foi projetado e instalado. A geração de energia era própria e o transmissor tinha como par um simples receptor à cristal. Um postal da época mostrava um único poste como suporte do sistema de antena simples da estação.

A estação entrou em operação em 25 de Setembro de 1913, com o indicativo VID. Dois anos depois, a marinha assumiu o controle de todas as estações costeiras por conta da I Guerra Mundial e isso incluiu a estação de Darwin.

Após a paz retornar à Europa e ao resto do mundo, todas as estações, incluindo a VID, retornaram aos seus controladores em Outubro de 1920. Outra mudança de propriedade ocorreu dois anos depois e todas as estações passaram a ser controladas pela AWA. O transmissor de centelhamento foi então trocado por um equipamento valvulado.

Quando ocorreu a II Guerra Mundial, a marinha novamente assumiu o controle de toda a rede de estações costeiras, embora a AWA tenha mantido a propriedade e operação das estações. Isso ocorreu em 3 de Setembro de 1939, quando começaram as hostilidade na Europa. Militares foram designados para guardar todas as estações.

Um ano e meio depois, eventos políticos demonstraram que a guerra estava no horizonte da Ásia e Pacífico e evidentemente a Austrália tornou-se um alvo. Por conta disso a estação VHM, instalada no HMAS Coonawarra, assumiu todas as comunicações da VID.

Depois do trágico ataque à Pearl Harbor no fim de 1941, a VID estava novamente fazendo contatos com navios sob o indicativo VID6. Na época, Darwin era um porto bastante ocupado, com a presença de embarcações australianas, britânicas e norteamericanas. A presença de pessoal dos Estados Unidos a serviço das forças armadas ultrapassava dez mil pessoas na região.

Às 09:58 de 19 de Fevereiro de 1942 ocorreu o primeiro ataque aéreo em solo australiano. A primeira onda de aviões japoneses era composta de 188 bombardeiros e caças e atingiu a cidade, o porto e a estação.

Um caça atingiu a emissora com tiros de metralhadora, danificando a antena dirigida à VIS em Sydney. Uma segunda esquadra japonesa com 54 aviões atacou Darwin duas horas depois. A estação de rádio do aeroporto foi destruída e a VID teve que assumir as comunicações aéreas. Mil pessoas foram mortas.

Em outro ataque ocorrido dois meses depois, a estação VID foi seriamente danificada por conta das 50 bombas lançadas na região, embora diversas não tenham explodido, aparentemente devido ao fato de ser armamento antigo e deteriorado.

Mais dois meses se passaram e a estação VID sofreu seu pior ataque em 27 de Agosto de 1942, quando foi atingida em cheio, resultando em danos e destruição de todos os equipamentos e grande parte de sua estrutura. Então, a estação VHM em Coonawarra assumiu as comunicações da VID.

Logo depois dos reparos e em estágios progressivos a VID voltou a operar normalmente.

Artigo traduzido mediante autorização do autor. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: