A radiodifusão francesa no Pacífico Sul: Nova Caledônia – 3

9 05 2015

Adrian M. Peterson

Neste artigo será dada ênfase à história radiofônica na Nova Caledônia a partir de 1940, quando a emissora amadora FK8AA começou a dar lugar a estação governamental Radio Pacifique.

A ilha principal da Nova Caledônia e comprida e estreita, possui relevo montanhoso e uma população de 250 mil habitantes. Para cobrir sua área, a Radio Pacifique/Radio Noumea passou a utilizar um transmissor com 100 watt nas mesmas instalações da estação utilitária FJP. Suas transmissões em 6122 kHz foram captadas pela primeira vez no leste da Austrália em Abril de 1940 com bom sinal.

Na mesma época um transmissor de ondas médias foi captado com o indicativo FJP em Sydney, Austrália, na frequência de 558 kHz (e posteriormente em 560 kHz) com retransmissão do serviço em ondas curtas. O equipamento tinha prováveis 300 watts e passou a ser usado a partir de Julho de 1941, mas deixou de ir ao ar em Maio do ano seguinte devido à situação do período de guerra.

Durante a Guerra no Pacífico, a Radio Pacifique continuou a irradiar conteúdos locais em Francês, embora fossem ao ar ocasionalmente programas em Inglês. Em determinadas ocasiões ela também levou ao ar uma programação especial sob o nome “All Services Radio”, destinado aos militares na ativa no Pacífico Sul.

O sinal da Radio Pacifique/Radio Noumea ia ao ar na faixa de 49 metros, e ocupou seis frequências diferentes, com captações na Austrália, Nova Zelândia e Estados Unidos.

No final da guerra a Radio Pacifique passou a usar dois transmissores; um de ondas médias com 300 watts em 700 kHz e outro em ondas curtas com 500 watts em 6000 kHz. A Radio Pacifique era identificada incorretamente com frequências em revistas de rádio sob o indicativo amadorístico FK8AA. Quando a Radio Pacifique consolidou sua presença no ar, o serviço da FK8AA deixou de existir e permaneceu apenas com status radioamadorístico.

Em 1953, dois novos transmissores foram instalados para a Radio Noumea. O primeiro, de fabricação francesa, tinha 1 kW para a frequência de 6035 kHz. O segundo, com 500 W foi usado anteriormente na frequência de 1500 kHz, sendo reativado nos 3375 kHz em Agosto de 1953. Tais unidades foram instaladas no mesmo centro transmissor localizado no subúrbio de Noumea.

Durante a década de 1960 a Radio Noumea preparou programas para transmissão em ondas curtas dirigidos às Novas Hébridas em Francês e a Wallis & Futuna em Francês e Walisiano. Essas transmissões funcionaram como um Serviço Externo por cerca de dez anos.

Em 1968 começaram os trabalhos de construção de uma nova estação de rádio e TV na Nova Caledônia. O local em que foi construído o estúdio era a Rue Guynemer, no subúrbio de Noumea, e o transmissor na ilha St. Marie.

Em 1970 a Radio Noumea foi captada na frequência de 1420 kHz. O transmissor com 4 kW levou ao ar temporariamente o serviço nacional voltado à capital durante a instalação da estação de 666 kHz.

Um mapa local da área da capital e regiões costeiras próximas mostra três ilhas com o nome St. Marie. Uma busca no Google Earth facilmente as revela, sendo que provavelmente duas delas receberam estações transmissoras.

A ilha N’gea é a maior do arquipélago St Marie, e no centro dela há um prédio branco que parece ter abrigado os três transmissores de ondas curtas de 20 kW. Curiosamente a baía no leste da ilha é conhecida como “Baía da antena”. O serviço em ondas curtas foi encerrado em 1994 para dar lugar ao FM.

Ao sul de N’gea fica a menor ilha do arquipélago St. Marie, Uere, onde podem ser vistos claramente no Google Earth o prédio do transmissor e a antena de ondas médias. A torre aparece como uma sombra estreita com uma estrutura circular na base. Esse centro transmissor foi inaugurado por volta de 1986.

Não há sinais de geração de energia elétrica nessas duas ilhas desertas, então é provável que um cabo submarino proveniente de Noumea suprisse tal necessidade.

Durante as décadas de 1980 e 1990 uma extensa rede de estações FM foi construída e em 1994 a Radio Noumea deixou de transmitir em ondas curtas em favor de tal rede. Entretanto, o transmissor de ondas médias que opera em 666 kHz segue no ar e é captado em vários locais do vasto Pacífico Sul.

Em meados da década de 1980 a Radio Noumea foi captada em outro canal de ondas médias, 1260 kHz. O transmissor desse serviço temporário provavelmente foi a mesma unidade de 4 kW usada anteriormente em Noumea em 1420 kHz.

Ele foi instalado em Mt Aoupinie, quase no centro da ilha de Nova Caledônia. Retransmitia o conteúdo da faixa de FM enquanto um equipamento para esta faixa era instalado na mesma localidade para funcionar como retransmissor intermediário.

Na segunda semana de Setembro de 2005, Dexistas dos Estados Unidos e Austrália captaram uma nova emissora de ondas médias a partir da Nova Caledônia, operando em 729 kHz com 5 kW a partir de Toupo, na costa leste da ilha.

Na atualidade a Radio Noumea vai ao ar por meio de uma extensa rede de estações em FM assim como os transmissores de ondas médias em Noumea em 666 kHz com 20 kW e Touho em 729 kHz com 5 kW. Os transmissores de ondas curtas foram desmontados há 21 anos.

Curiosamente, em 1984 a Radio France Internationale considerou seriamente a construção de uma grande estação retransmissora na Nova Caledônia. Na época foram feitos estudos de viabilidade de construção de tal centro transmissor ou retransmissão por meio da estação de ondas curtas da Sri Lanka Broadcasting Corporation em Ekala. Ao final, nenhuma das opções foi levada adiante.

Artigo traduzido mediante autorização do autor. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: