Antenas loop hexagonais para OM e OL

28 12 2014

Everett Sharp

A maior parte das antenas loop de alta performance tem um metro ou mais. O problema é que são muito grandes e difíceis de transportar. Decidi então tentar alguma forma de obter a mesma performance de uma loop de um metro, mas com mais facilidade de manuseio e portabilidade tanto para uso interno como externo. Em busca de opções, o modelo hexagonal foi a melhor alternativa.

Também queria algo resistente e leve, então construí ambas antenas com chapas de carvalho vermelho de 1/4″. Não é um material fácil de achar, então peguei algumas placas mais grossas que tinha em mãos e as parti com uma serra de fita e dei acabamento com uma lixadeira de forma a chegar à medida desejada.

Os elementos verticais de ambas antenas tem 1,55 metros de comprimento e os que completam a cruz 91,5 centímetros. Os elementos em cruz ficam a 45,7 cm do extremo das seções verticais.  Para prender os elementos da cruz às peças verticais fiz um corte de 1/4″ na metade de todos os elementos e os fixei com cola. As placas da antena de ondas médias tinham 4″ de largura e as da de ondas longas 5 1/2″. Fiz também cortes de 3/16″ de profundidade nos extremos de cada uma das placas para fixar os fios e manter o espaçamento. Ambas antenas foram montadas sob pratos giratórios com espessura de 1/2″ e diâmetro de 13″.

Ambas antenas foram construídas com fio Litz 330/46, buscando assim a melhor performance e fator Q. A antenas de ondas longas precisou de 90 metros de fio e a de ondas médias 39,62. Seguem os dados das antenas:

Faixa Fio Litz Voltas Indutância em uH 10-505 pF 20-985 pF
OM 330/46 9 206 1745-470 kHz
OL 330/46 22 1154 630-150 kHz

As antenas são conectadas a um transformador de impedância de 64:1 (50/3200 Ohm). O transformador foi feito com um núcleo binocular BN73-202 com 2/16 voltas. O lado de 16 voltas é conectado à loop e o de 2 voltas é a saída de 50 ohm para o receptor.

Utilizei capacitores variáveis russos de duas seções adquiridos no eBay. Para a antena de ondas médias usei a seção de 10 a 505 pF e para a de ondas longas usei ambas seções em paralelo para obter de 20 a 985 pF.

O espaçamento do enrolamento na antena de ondas médias é no centro dos furos de 3/8″. Na de ondas longas, é no centro dos furos de 3/16″.

A antena pode ser facilmente colocada em uma base de madeira, o que ajuda a manter seu baixo custo.

Fiz vários testes com ambas e os resultados foram bastante animadores, com lóbulo bastante estreito . Também fiquei muito satisfeito com a faixa de captação delas, sendo que a de ondas médias foi de 470 a 1745 kHz e a de ondas longas de 150 a 630 kHz. Como caprichei bastante na construção posso dizer que servem até como peça de decoração. Foi um trabalho de uma semana que realmente valeu à pena e farei comparativos no futuro com outras antenas.

Artigo publicado no boletim do Medium Wave Circle e traduzido mediante autorização do autor. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: