Centésimo aniversário do Canal do Panamá: A história radiofônica – Parte 1

22 11 2014

Adrian M. Peterson

Recentemente soube de um importante aniversário ocorrido há alguns meses e que passou despercebido. A abertura oficial do Canal do Panamá ao tráfego marítimo ocorreu em 15 de Agosto de 1914 e hoje apresentarei a história do canal do Panamá bem como os acontecimentos radiofônicos locais.

A primeira sugestão de construção de um canal na América Central para ligar os oceanos Pacífico e Atlântico foi feita pelos espanhois no ano de 1529. Obviamente não havia viabilidade técnica para que isso acontecesse.

Em 1821 o Panamá obteve a independência da Espanha e foi anexada à Grã-Colômbia, resultando assim na República de Nova Granada. Em 3 de Novembro de 1903 o país conseguiu sua total independência.

Em 1826 os Estados Unidos começaram negociações preliminares com Nova Granada para a construção de um canal. Duas semanas depois da independência do país, Estados Unidos e Panamá assinaram um tratado que estabelecia a Zona do Canal do Panamá.

A Zona do Canal do Panamá foi administrada como um território norteamericano e incluía uma área de 890 km² de selva, lagos e hidrovias rumo ao canal. Durante 75 anos a Zona tinha seus próprios selos, alguns dos quais eram sobreimpressões de selos norteamericanos e panamenhos com valor expresso em dólares americanos.

Cerca de 50000 homens de todo o mundo foram empregados na construção do canal, sendo que muitos morreram devido às más condições de higiene, ataques de cobras e diversas doenças como a malária. Em 1906, 80% da força de trabalho havia sido hospitalizada ao menos uma vez por conta da malária.

Os trabalhos foram completados em dez anos e a abertura oficial de-se quando o navio SS “Ancon” cruzou todo o sistema. Entretanto, a primeira embarcação a fazer tal curso foi o barco “Lasata”, que fez uma passagem não-oficial um dia antes.

A taxa mais alta paga para uso do canal foi de mais de meio milhão pelo navio de cruzeiro Norwegian Pearl” em 2010; e a mais baixa foi pago pelo norteamericano Richard Halliburton, que cruzou à nado todo o canal em 1928. Esta aventura épica de 50 horas dividida em 10 dias custou apenas 36 centavos. Na época, cerca de 30 navios cruzavam o percurso de oito horas do canal todos os dias.

A Zona do Canal do Panamá passou ao controle local em 1 de Outubro de 1979 e assim as duas partes do país passaram a ser uma só. A região, que possuía uma população de 45000 pessoas em 1970 deixou assim de ser um território norteamericano.

A primeira estação de rádio foi instalada pelo Dr. Lee de Forest para a marinha dos Estados Unidos próximo a Colon, na entrada do Atlântico, em 1906 e tinha como indicativo original as letras SL. Era um transmissor de centelhamento com 35 kW que operava em 240 kHz.

Alguns anos depois, um transmissor de centelhamento com 100 kW foi instalado e adotou o padrão da marinha norteamericana, desta vez com as letras NAX. Esta estação continuou em serviço até a década de 1930.

A marinha dos Estados Unidos operou outras duas estações de rádio na Zona do Canal do Panamá: NNL em Coco Solo e NBA em Balboa. A estação de Coco Solo ficava em uma base submarina e foi ao ar na década de 1920.

Além disso, o exército norteamericano operou diversas estações na região instaladas em acampamentos e com indicativos como WUCG (Fort de Lesseps), WUCH (Fort Sherman) e WUCI (Fort Randolph).

As mais conhecidas estações de rádio da Zona do Canal do Panamá eram a NBA (Marinha) de Balboa e de Quarry Heights (Exército). Em um próximo artigo será dada ênfase a tais emissoras.

Artigo traduzido mediante autorização do autor. A reprodução em qualquer outro meio é expressamente proibida.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: