Uma visita à All India Radio: Khampur em ondas curtas

16 11 2014

Adrian M. Peterson

A All India Radio é uma das maiores emissoras de radiodifusão do mundo. Ela possui uma larga rede de transmissores de ondas curtas em todo o país para cobertura do serviço externo e doméstico. Em Abril de 2010, um grupo de três radioescutas fez uma visita à estação de ondas curtas da AIR em Khampur, que está localizada em uma região pantanosa nas cercanias de Delhi. O serviço externo da All India Radio na época da visita consistia dos seguintes transmissores:

Khampur, Delhi – 7 x 250 kW

Kingsway, Delhi – 2 x 100 kW e 3 x 50 kW

Malad, Mumbai1 x 100 kW

Gorakhpur, Nepal – 1 x 50 kW

Dhodballapur, Bangalore – 6 x 500 kW

Aligarh, Norte da Índia4 x 250 kW

Bambolim, Goa – 2 x 250 kW

Guwahati Assam 1 @ 50 & 1 @ 200 kW mediumwave

A visita à emissora teve três visitantes: T. R. Rajeesh, Alokesh Gupta e Anker Petersen da Dinamarca e foi organizada pelo Engenheiro da estação de Khampur, Sr. V. Baleja.

Após visitar a sede da AIR na Parliament Street em Nova Delhi, os três visitantes percorreram de carro um percurso de meia-hora para chegar à estação de Khampur, que fica a 25 km da capital. Durante o trajeto viram o centro transmissor de Kingsway. Ocupa um terreno de 256 acres e transmite em ondas curtas o serviço nacional bem como o externo para os países vizinhos no sul da Ásia. Também viram o sistema irradiante de ondas médias da AIR Nova Delhi em Nangli, que está preparada pra transmitir em modo DRM.

A estação de Khampur fica em uma propriedade de 630 acres em uma região alagadiça na vila de Khampur, nas cercanias de Nova Delhi, próximo ao estado de Haryana. Ao se aproximarem do centro transmissor era possível ver as torres a partir da estrada.

Várias fotos do sistema irradiante foram tiradas a partir do acostamento, pois não seriam permitidas na propriedade da estação. A caminho do escritório pudemos ter contato com a vida selvagem do local. Pavões, pombos e cegonhas nos acolheram sem formalidades!

A engenheira da emissora, Sra. Sonilatha Saigalin recepcionou os visitantes e ficou admirada por três monitores de emissoras internacionais terem feito tal viagem. Anker Petersen disse que as transmissões da emissora eram captadas com qualidade relativamente boa na Dinamarca e que poderia enviar informes a ela. Ela afirmou que tais informes seriam direcionados à Divisão de Administração de Frequências em Nova Delhi.

O chefe da estação, Sr. S. K. Aggarwal, solicitou ao engenheiro da emissora para mostrar aos visitantes os transmissores e antena. Eles observaram transmissores antigos e novos, assim como o equipamento para DRM, as torres e antenas.

A estação de Khampur possui sete transmissores de 250 kW para ondas curtas, 36 mastros e 49 antenas. Uma subestação fornece eletricidade. Na época a estação tinha cerca de 200 empregados, incluindo 50 engenheiros e técnicos.

Ela foi inaugurada em 1 de Janeiro de 1959 e o primeiro transmissor era um Marconi de 100 kW que havia sido vendido como sucata. Duas unidades AWA, da Austrália, com 20 kW cada foram instaladas em 1962. Em 1965, quatro outros transmissores foram instalados, dois de 50 kW e dois de 100 kW, fabricados pela STC (Standard Telephones & Cables) da Austrália.

Um plano recente de modernização foi levado adiante de forma a fazer com que Khampur pudesse atuar no serviço externo. Todos os transmissores foram instalados em uma sala ampla e os equipamentos da AWA e STC foram aposentados.

Em 1989, dois novos transmissores Brown Boveri de 250 kW foram ativados exclusivamente para o serviço externo. Então, duis novas e modernas unidades da Continental Electronics foram instaladas em Junho de 2000. Durante o ano de 2002, três novos transmissores de 250 kW da Thomcast também entraram em operação e isso fez com que Khampur passasse a ser o segundo maior centro transmissor da All India Radio, atrás apenas de Bangalore.

A estação completou 50 anos em 2009 com a participação de ouvintes e engenheiros.

O Digital Radio Mondiale ou DRM é uma nova tendência na radiodifusão em ondas curtas, particularmente na Índia. Assim como várias emissoras de ondas curtas de grande porte, a All India Radio passou a empregar o DRM em ondas curtas. A partir de Khampur a AIR fez os primeiros testes em DRM tanto para o público doméstico como internacional.

Um transmissor de 250 kW Thales/Thomcast foi convertido para DSB/DRM com saída de 55 kW para transmissões domésticas em 6100 kHz e em 9950 kHz para alcançar à Europa. A transmissão doméstica é monitorada no prédio da estação com um receptor de DRM de fabricação chinesa fabricado pela Himalaya.

Após essa visita, houve um encontro informal com outros ouvintes em Nova Delhi.

Para os que desejarem, os informes da AIR Khampur devem ser enviados aos seguinte endereço: AIR High Power Transmitting Station Khampur, Grand Trunk Karnal Road, Delhi 110036, India.

Artigo traduzido mediante autorização do autor. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: