Emissoras clandestinas da década de 1980 (parte 2)

5 10 2014

Paul Ormandy

IRÃ (e CURDISTÃO)
A Rádio Homeland (“Radio Vatan”) transmitia conteúdo hostil ao governo iraniano e foi captada ao final de 1981, transmitindo entre 0330-0500 e 1705-1800z em 15555 e 9027 kHz. O endereço para informes de recepção era na Alemanha. Havia rumores de que a emissora foi um presente de Anwar Sadat ao Xá e após sua morte foi comandada por sua irmã, Ashraf. As transmissões eram feitas provavelmente a partir do Egito. Noel Perry, de Invercargill obteve um QSL da transmissão em 15555 kHz em Janeiro de 1983.

No ar desde 29 de maio de 1980, a Voz do Irã Livre anunciou que outros dois transmissores seriam ativados em 21 de Janeiro de 1982. Tinham como provável origem o Iraque e ia ao ar às 1500z em 9580v, 7180 e 3367 kHz. Não há certeza quanto ao mantenedor da emissora. Acredita-se que haja envolvimento de uma organização conhecida como Força de Libertação do Irã, liderada por um comandante deposto pelo Xá (e que posteriormente foi assassinado por agentes iranianos em Paris) ou pela inteligência iraquiana.

A Rádio Irã apoiava o ex-premier iraniano Bakhtiar e anunciava um endereço na Alemanha. Era captada em 9585v e 3367 kHz com encerramento às 1330z. Em Agosto de 1984, Arthur Cushen informou o recebimento da confirmação a partir de um endereço em Paris para a frequência de 9584 kHz. Seu slogan era “a voz do movimento de resistência nacional”. As transmissões ocorriam às 0200, 0400, 1300, and 1830 on 3360, 7170, 9400, 9584, 11640, 11750 e 15650 kHz.

A estranha existência de duas emissoras com o nome Voz do Irã foi reportada em Julho de 1982. Uma apoiava Bakhtiar e a outra era pró-monarquia e foi ao ar desde Março de 1981. A emissora pró-Bakhtiar era captada entre 0330-0400 em 15315 e 1805-1900 em 9785, enquanto a outra era captada de 1930-2000 em 11640 kHz.

A Rádio Salvação do Irã (“Radio Nejat-e Iran”) foi captada pela primeira vez em 23 de junho de 1983 em 9032 kHz entre 0305-0400, e também em 11660 kHz entre 1830-1925 dando um endereço em Copenhague. Era mantida pela Frente de Libertação do Irã, comandada pelo ex Primeiro Ministro Dr. Ali Amini e com forte financiamento da CIA. Também usou o nome “Voz da Libertação do Irã” e transmitia em Farsi, Inglês e Francês às 1630z em 11630 kHz com sinal levemente distorcido. Jack Searle, de Haumoana, a captou em 15555 kHz às 0430z até seu encerramento às 0520z em Novembro de 1985. Ocasionalmente identificava-se em Inglês e informava um endereço em Londres. Em 1986 passou a transmitir em 7080 e 9027 kHz. O transmissor era localizado no Egito.

A Voz do Partido Comunista do Irã era operada pelo Organização Curda do Partido Comunista do Irã e captada em 26 de Agosto de 1984 anunciando vários endereços na Suécia, Alemanha Ocidental, Itália e Reino Unido.

O Exército dos Guardiões da Revolução Islâmica e da República Islâmica do Irã usou amplamente canões antiaéreos ZU-23-2 na guerra Irã/Iraque.

Em Julho de 1985, Dene Lynneberg, de Pauanui, captou a Voz de Fedai’i em Farsi às 1725z em 3941 kHz. Mantida pela Guerrilha Iraniana do Povo Fedai’i, apoiavam o estabelecimento de uma república popular democrática e transmitiam até perto das 1750z com a presença de leve jammer. Seu endereço era em Fontenay-sous-Bois, França. Foi ao ar em 28 de Janeiro de 1985.

A Rádio dos Trabalhadores do Irã, voz do Partido Iraniano Tudeh, foi captada pela primeira vez em 23 de Maio de 1984, aparentemente usando o mesmo transmissor do serviço doméstico e externo da Rádio Afeganistão. Informava um endereço na Suécia e transmitia diariamente.

Em Janeiro de 1987, a Voz do Crusador, (“Voz do Mojahed” ou “Voz do Mojahedin-e-Khalq”), foi captada com transmissões hostis ao governo iraniano em Persa e Curso. Mantida pelo serviço de inteligência de Saddam Hussein foi uma reminiscência da guerra Irã/Iraque no início da década de 1980.

A Rádio Bandeira de Liberdade foi captada em 1 de Maio de 1987 em Persa. A emissora foi conhecida anteriormente como Radio Nejat-e-Iran e posteriormente Voz dos Direitos Humanos e Liberdade para o Irã. Mantida pela CIA e pró-parlamentarista. As transmissões tinham como origem provável o Egito.

Em 3 de Março de 1987, a Voz do Trabalhador foi captada em Persa entre 0300-0430 em 4152-4167v. A emissora era mantida pela pró-soviética Organização dos Trabalhadores Revolucionários do Irã e tinha vínculos com a Voz do Feda’i. As transmissões tinham como provável origem o Iraque.

Em 7 de Março de 1987, a Voz da Revolução Iraniana foi captada em Curdo e Persa em 3870 e 4450v. A emissora era uma das porta-vozes do Partido Comunista Iraniano  e informava um endereço na Suécia.

IRAQUE
Em junho de 1987, a Voz do Povo Iraquiano foi captada entre 1330-1430 em 6955v. A emissora era porta voz do Partido Comunista Iraquiano e aparentemente tinha vínculos com a Voz do Curdistão Iraquiano e Voz do Partido Comunista do do Curdistão Iraquiano com transmissores provavelmente no Curdistão Iraquiano.

ISRAEL
A Voz da Paz transmitia a partir da costa de Israel em 1539 kHz e permaneceu durante uma década. O proprietário, Abie Nathan, estava certo de que o navio “Paz” não suportaria mais um inverno no mar e que vidas seriam perdidas. O Voz da Paz contava com uma potência de 50 kW e tinha como destino Israel, Egito, Líbano e Chipre. O neozelandês Keith Ashton foi DJ da emissora.

Entretanto, a VOP retornou ao ar em Agosto de 1983, quando foi captada testando um transmissor de ondas curtas em 6240kHz. Stuart Vint, Engenheiro da emissora confirmou um informe de Arthur Cushen e explicou que usavam um transmissor caseiro de 4 kW, com planos de aumento de potência para 10kW.

Em Outubro de 1989, o Washington Post informou que Abie Nathan (62) foi sentenciado a seis meses de prisão por ter encontrado Yassir Arafat, caracterizando violação das leis anti-terrorismo. Depois de apelar à corte, a pena foi suspensa.

CAMPUCHEA
A emissora do Khmer Vermelho, Voz de Campuchea Democrático que transmitia desde Janeiro de 1979 foi captada largamente em Fevereiro de 1984, transmitindo em 15115 kHz com abertura às 0900z por uma hora. O transmissor ficava na China, país então alinhado com o terrível ditador Pol Pot.

Além da emissora do Khmer Vermelho, foi ao ar a Voz do Exército Nacional de Campuchea Democrática em Fevereiro de 1983. A emissora ficava provavelmente no acampamento do Khmer Vermelho próximo à fronteira com a Tailândia.

No início de 1984, facções não-comunistas da Frente de Libertação Nacional do Povo Khmer levaram ao ar Voz do Povo Khmer (também conhecida como Voz do Khmer) com programas apoiando o Príncipe Sihanouk. A emissora era comandada pelo antigo primeiro ministro Son Sann e era contra a influência vietnamita e chinesa no país. As transmissões eram em ondas médias a partir de um transmissor móvel. Às 1140z do dia 24 de Outubro de 1985 a Voz do Khmer foi captada em 6325 kHz.

COREIA DO NORTE
A estação clandestina coreana de mais fácil captação na Nova Zelândia era a Eco de Esperança, mantida pela Agência de Planejamento da Segurança Nacional e sempre com a presença de jammer para dificultar a escuta. Captada regularmente em 3985 e 6348 kHz a partir de transmissores provavelmente localizados na Coreia do Sul.

Uma emissora com o nome de Eco das Massas foi captada em Outubro de 1985 às 1045z em 5885 kHz. Quase não há informações sobre ela.

Captada pela primeira primeira vez em 28 de Dezembro de 1987, a Voz do Povo afirmava transmitir a partir de Pyongyang, mas provavelmente ficava no Sul. No ar provavelmente desde Junho de 1985 usava as frequências de 3912 e 6600 kHz para transmissões diárias de uma hora.  Possui conexões com a União de Trabalhadores Coreanos, mas mais provavelmente com as Forças Armadas Coreanas.

COREIA DO SUL
Operando desde 1970 como Voz do Partido Revolucionário pela Reunificação, em 15 de Agosto de 1985 foi rebatizada como Voz da Salvação Nacional, com propaganda a favor da reunificação da península sob perspectiva norte coreana. Os transmissores ficavam provavelmente na Coreia do Norte e era operada pela inteligência do país. Transmitia em 3480, 3560, 4120, 4400, 4457, 6010, 6250 e 9665 kHz em Coreano e Inglês. Sofria forte jamming.

CURDISTÃO
A emissora pró-independência curda Voz do Curdistão Iraniano transmitia as ideias do Partido do Curdistão Iraniano Democrático e foi captada em 14 de Setembro de 1987 entre 1330-1507 em 4200 kHz. O transmissor ficava no território do Curdistão Iraniano.

Em Agosto de 1989, a Voz da Luta do Curdistão Iraniano foi captada em Curdo com conteúdo crítico ao regime iraniano. Usava as frequências de 4185 e 5080kHz para quatro transmissões diárias. Pouco mais que isso é conhecido sobre esta emissora.

Em Outubro de 1989, a Voz do Povo do Curdistão, porta voz da União Patriótica do Curdistão foi captada em 4080v e 15050 kHz entre 1600-1720z. Programas em Curdo e Árabe eram levados ao ar a partir de um transmissor no Iraque.

Artigo traduzido mediante autorização do autor. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: