Ilha Pitcairn – indicativos e QSLs

27 07 2013

Adrian M. Peterson

Em quatro edições recentes do programa Wavescan foram apresentados artigos sobre a radiodifusão na Ilha Pitcairn, localizada no Pacífico Sul. Há pouco tempo tive a oportunidade de receber algo que respondeu uma questão pendente e que estava entre os diversos materiais sobre Pitcairn fornecidos por John Scuddas, dos Estados Unidos.

Esta informação interessante foi encontrada em um artigo escrito por Dorothy Hall, W2IXY, e impresso pela revista radiofônica britânica “T & R Bulletin” de dezembro de 1938.  Em tal artigo consta o fato de que Dorothy Hall, a partir de Nova Iorque, fez contatos frequentes via rádio com Pitcairn naquela época.

Entre os anos de 1938 e 1939, três tipos diferentes de cartões QSL foram emitidos para confirmar a recepção de transmissões da emissora que identificou-se como PITC, VR6A e VR6AY.  O indicativo PITC foi usado para retransmissão de programas da estação KKW, pertencente à RCA e localizada em Bolinas, Califórnia, e os indicativos VR6A e VR6AY foram usados para contatos radioamadorísticos.

O primeiro QSL continha um mapa do Pacífico com Pitcairn em destaque e uma foto dos equipamentos exportados dos Estados Unidos para a ilha. O indicativo VR6A foi impresso em letras grandes e vermelhas.

O segundo QSL era praticamente igual, tendo a letra “Y” escrita à mão, representando assim o indicativo VR6AY.

O terceiro QSL foi uma reimpressão do cartão original com um uma leve modificação do alinhamento do texto na sua lateral, e desta vez com o indicativo VR6AY devidamente impresso.

Entretanto, a questão que provocou o interesse maior foi: por quê a mudança no indicativo? O que levou a isso?

A resposta mais comum foi a de que a primeira emissão do QSL continha um erro de impressão e na segunda houve a correção com a adição da letra Y ao final . Entretanto, outras informações mostraram que essa resposta estava errada. Segue o que de fato ocorreu:

Quando os pioneiros Granville Lindley e Lewis Bellem visitaram a Ilha Pitcairn com o objetivo de instalar uma estação de ondas curtas com 60 watt eles levaram mil cartões QSL genéricos que pudessem ser usados para confirmar a nova estação radioamadorística. O indicativo impresso nele foi VR6A.

O estoque de QSLs esgotou-se rapidamente e outro lote com cinco mil cartões foi impresso com um pequeno ajuste do texto em sua lateral e o indicativo usado foi VR6AY.

O artigo de by Dorothy Hall informava que a estação PITC fez sua transmissão inaugural em 5 de março de 1938 como VR6A. Ao que tudo indicava, o uso da letra “A” ao final se dava pelo fato da Pitcairn Radio ser a primeira estação da ilha. Naquela época ela não possuía licença e o artigo também dizia que, temerosos, seus engenheiros em solo norteamericano ordenaram que a emissora saísse do ar até que a questão da licença fosse solucionada.

A emissora PITC-VR6A ficou fora do ar até que a autorização chegasse e suas transmissões retornaram no início de abril como VR6AY, sendo que as duas últimas letras do indicativo estavam relacionadas às iniciais do nome do seu operador, Andrew Young.

O primeiro QSL é bastante raro nos dias atuais, pois poucos foram emitidos em seu primeiro (e rápido) período de transmissões. Temos um destes cartões em nosso acervo.

Também temos o cartão de um radioamador do Canadá e uma carta dos Estados Unidos que confirmam contatos em 8 de março de 1938, durante o período de quatro dias de operação não licenciada antes dela ser fechada temporariamente.

O cartão com a letra Y à mão ao final é um pouco mais comum.

O terceiro QSL, pertencente à segunda impressão contém o indicativo completo VR6AY. Ele foi usado para confirmar contatos radioamadorísticos e também como souvenir turístico até o estoque ser esgotado. Esta é a versão mais comumente encontrada. Até agora não vimos nenhum cartão confirmando transmissões de radiodifusão comercial com o indicativo PITC.

Assim sendo, a razão para a mudança de indicativo nesses QSLs não foi por conta de um erro de impressão conforme pensávamos, mas pela licença não ter chegado. Quando isso ocorreu foi adotado o indicativo radioamadorístico de Andrew Young, VR6AY.

Artigo irradiado no programa Wavescan e traduzido mediante autorização. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: