A radiodifusão no Ceilão: os primeiros anos

1 07 2012

Adrian M. Peterson

O Sri Lanka, conhecido no passado como Ceilão é descrito em várias enciclopédias como uma bela ilha, com rica vegetação tropical e conhecida por suas especiarias e pedras preciosas. Trata-se de um renomado destido turístico, com grandes praias e belas montanhas. Seu nome atual tem origem no Sânscrito e significa Terra Resplandecente.

Entre as várias atrações turísticas do país estão a Montanha Sigiriya, que é considerada pela Unesco como a 8ª Maravilha do Mundo. Essa singular formação rochosa, localizada quase no centro da ilha se eleva a quase 153 metros acima da planície circundante. Antigamente foi usada pelo rei local como palácio e capital. Outra atração turística é o Festival Perahera, na cidade de Kandy, com sua parada com elefantes ornamentados e grupos de danças tradicionais.

A ilha possui 442 km de comprimento por 225 km de largura e tem o formato de uma pera. Está localizada na costa sudoeste da Índia e seus pontos mais próximos estão separados 32 km.

É provável que os primeiros colonos da ilha fossem Veddahs, um povo Dravidiano que migrou da Índia. Ainda há algumas poucas ilhas isoladas habitadas descendentes diretos de tais colonizadores.

A população atual do Sri Lanka é de cerca de 20 milhões de habitantes e é composta por vários grupos étnicos, como Sinhaleses, Tamis, Mouros, Burghers e Malaios. O maior grupo linguístico é o Sinhalês e, de acordo com historiadores, esta etnia chegou no Ceilão a partir do Oeste de Bengala, Índia, em meados do ano 543 aC.

Em tempos antigos a ilha foi conhecida por diversos nomes: para os gregos era a Taprobana, para os árabes era Serendib e para os Hebreus era parte da terra mística de Ophir. A ilha foi visitada por Marco Polo em seu retorno da China em 1292. Ele a descreveu da seguinte forma: “Gostaria que soubessem que o Ceilão é, pelo seu tamanho, a mais bela ilha do mundo e dela jorram rubis, safiras, topázios e ametistas.”

No ano de 1505, exploradores portugueses descobriram a ilha e a batizaram como Ceilão. Eles estabeleceram uma colônia que cresceu e deu origem à cidade de Colombo. Cento e cinquenta anos depois, os Holandeses assumiram o controle da ilha. Mais cento e cinquenta anos se passaram e os Ingleses vieram. Em 1802 o Ceilão passou a integrar a Coroa Britânica na condição de colônia.

Em 5 de abril de 1942 os japoneses efetuaram um bombardeio contra Colombo e alguns dias depois retornaram para bombardear a base britânica de Trincomalee, do outro lado da ilha.

O Ceilão obteve sua independência em 04 de Fevereiro de 1948 e em 1972 o nome da ilha foi oficialmente modificado para Sri Lanka.

A história radiofônica do país começou em 1913. Uma lista da época informa que a primeira estação foi instalada em Colombo com um transmissor de centelhamento para código Morse com o indicativo CLO. Logo depois, o indicativo passou a ser VPB, quando a letra inicial V foi adotada em todas as partes do Império Britânico em homenagem à Rainha Vitória. A estação marítima operou inicialmente a partir do Monte Lavinia, um pouco mais no interior.

Durante o mesmo período foi instalado outro transmissor de centelhamento em Matara, no extremo sul da ilha. A localização dessa  estação era ao norte de Matara e tinha o indicativo BZE.

A primeira estação de radiodifusão experimental foi construída por Edward Harper, que era Engenheiro Chefe do Departamento Telegráfico. Ele organizou um clube que tinha o nome de Ceylon America Wireless Association e construiu um transmissor usando o que foi retirado de um submarino alemão capturado, além de material do mercado local.

O equipamento foi ao ar em caráter experimental e instalado nos fundos do escritório telegráfico central, em Colombo. Provavelmente era de baixa potência e transmitiu em uma frequência de ondas longas. A programação ia ao ar de forma bem pouco regular e consistia de gravações de gramofone reproduzidas diante de um microfone primitivo. Entretanto, essas experiências provaram que tal conceito de rádio funcionaria bem como meio de comunicação e entretenimento.

Em 1924, um novo transmissor foi ao ar em 22 de Fevereiro, para a abertura do nova sede da Associação Cristã de Moços em Colombo. Quatro meses depois, às 15:30 da sexta-feira, 27 de Fevereiro, a estação foi oficialmente inaugurada por Sir William Manning, que era o Governador Geral Inglês na época. Sua localização era a mesma da anterior e a potência seria de 500 W, também em ondas longas.

Um mês depois as transmissões passaram a ir ao ar duas ou três vezes por semana com gravações de gramofone, notícias, previsão do tempo e hora certa. Naquela época, apenas 24 licenças de escuta foram outorgadas, mas provavelmente haviam muitos outros ouvintes não licenciados.

Artigo irradiado no programa Wavescan e traduzido mediante autorização. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: