QSLs Aéreos

18 12 2011

Peter Ivakitsch

Minha introdução ao mundo dos informes de recepção e QSLs aéreos ocorreu há cerca de três anos por meio do livro “Aeronautical Communications Handbook”, editado por Bob Evans. Após certa apreensão decidi enviar meus primeiros informes para ver o que aconteceria. Meu primeiro informe foi enviado a Hawaiian Airlines reportando o voo 27 da empresa. Após duas semanas de ansiosa espera a resposta chegou em um envelope com o logotipo da empresa. Abrir o envelope e ver o QSL foi motivo de muita alegria. Desde aquele dia feliz em Março de 1990 enviei 115 informes e recebi 85 respostas. Um dos aspectos mais interessantes dessa faceta do hobby são os brindes que recebi com os QSLs. Ao longo dos últimos três anos recebi de tudo, desde cartas pessoais, cópias de planos de voo, postais, cartas de navegação aérea e até mesmo a chamada de um piloto australiano interessado no nosso hobby. Com esse artigo espero inspirar você a tentar a confirmação de transmissões aéreas. A surpresa pode ser excelente!

Como preparar o informe de recepção:
Seu informe deve ser breve, detalhando o tráfego ouvido, posição, selcal ou contato entre o piloto e o centro de controle operacional da empresa. Cuidado com este último dado, pois algumas informações não devem ser transcritas. Além disso você deve informar horário e data (UTC), frequência, modo de transmissão, sendo que a maior parte ocorre em USB. Três quartos dos meus informes são baseados em dados de posição. Seu informe deve ser escrito em forma de carta, mas você também pode usar um modelo pré-preparado.

Para onde enviar seu informe:
Ainda que seja mais barato enviar o informe para o escritório local da empresa a ser reportada eu prefiro usar o endereço da base da empresa. O maior problema é obter seu endereço, entretanto a maior parte delas possui serviço de atendimento via telefone de forma gratuita. Uma busca na internet também pode ajudar bastante.

Como endereçar seu envelope:
Levando em conta  que você não sabe o nome do Comandante, enderece seu informe conforme segue:

Ao Comandante
Speedbird voo 92
16 de Março de 1993
British Airways
PO Box 10
Speedbird House
Aeroporto London Heathrow
Hounslow, Middx
TW6 2JA
Inglaterra
A/C Operações de Voo

Passei a enviar meus informes aos cuidados do setor de operações de voo uma vez que é mais provável que o piloto passe por lá que na área administrativa da empresa. Você também pode incluir o selcal da aeronave caso o conheça.

Considerações finais:
A coisa mais importante de incluir em seu informe é algum tipo de custeio de retorno. Geralmente incluo um dólar norteamericano e para informes dirigidos ao Canadá um selo de primeiro porte aéreo. Para voos operando em localidades remotas ou distantes você também pode enviar um postal da sua cidade ou país.

Artigo traduzido mediante autorização do Ontario DX Association. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: