Um novo rádio-país: Sudão do Sul (parte 1)

29 10 2011

Adrian M. Peterson

Ao longo dos anos, no mundo todo vários países acabaram por se dividir ou unir. Exemplos: na Europa, as Alemanhas Oriental e Ocidental; no Sul da Ásia a Índia Britânica dividiu-se em Índia e Paquistão e posteriormente este último tornou a sofrer nova divisão para formar Paquistão e Bangladesh.

Na África, há alguns meses atrás, em um evento político significativo um grande país dividiu-se. No sábado, 9 de Julho, o Sudão foi dividido em dois países. Até o presente momento são conhecidos como Sudão e Sudão do Sul.

O antigo Sudão era o maior país da África, com cerca de 2100 km de comprimento e 1950 km de largura, com 650 km de litoral junto ao Mar Vermelho. As áreas ao norte do Sudão são desérticas, a região central é coberta por vegetação rasteira e o sul por densa floresta tropical.

As duas maiores bacias hidrográficas do país são formadas pelo Nilo Branco (nascente no Lago Vitória) e Nilo Azul (nascente na Etiópia) e se encontram nas cidades de Omdurman e Khartoum, que cresceram em função dessa junção de águas. Omdurman é a capital e Khartoum a maior cidade do país. A população estimada é de cerca de trinta milhões de habitantes.

Os primeiros povoamentos no Sudão datam da Era Antiga e sempre houve uma relação de interdependência entre Sudão e Egito. Durante determinados períodos o Egito dominou o Sudão e vice-versa.  A Bíblia nos conta que Moisés liderou uma campanha militar no sul do Egito e no Sudão na tentativa bem sucedida de expulsão de invasores.

Há várias outras referências Bíblicas ao território que conhecemos como Sudão e seu povo, geralmente designado como Kush. A Rainha Candace (referência do Novo Testamento) era a governante em Meroe, cujas ruínas ainda podem ser vistas ao norte das cidades de Khartoum e Omdurman. Curiosamente há 223 pirâmides no Sudão, o dobro das existentes no Egito. A diferença para as egípcias é que as sudanesas são menores e possuem um ângulo mais íngreme.

Os belgas foram os primeiros europeus a reclamar território no Sudão (sul) no ano de 1896. Três anos depois os britânicos assumiram o controle e em 1956 foi o 54º país africano a conseguir sua independência.

Estranhamente há um pequeno território no limite entre os dois países que nenhum deles clama como seu, conhecido como Bir Tawil. Possui cerca de 97 km de largura e 32 de comprimento e é composto basicamente por deserto, ainda que no passado tenha sido uma região pastoril do povo Ababda. O nome Bir Tawil significa “Água boa e profunda”, mas a localização da tal água é totalmente desconhecida.

Documentos informam que as primeiras estações utilitárias no Sudão foram instaladas após a I Guerra Mundial em Khartoum, Omdurman e em várias outras localidades. Seus indicativos seguiam um padrão irregular, mas com o passar dos anos passaram a ocupar a série “SU”. Exemplos: estação SUD em Port Sudan e SUL em Khartoum.

A Enciclopédia Russa informa que a primeira estação de radiodifusão sudanesa foi ao ar em 1940, confirmada pelo website da emissora estatal. De acordo com esta fonte, as primeiras transmissões de radiodifusão foram feitas a partir da sede dos correios em Omdurman em Maio de 1940. A programação ia ao ar durante meia hora por dia, provavelmente na faixa de Ondas Médias.

Dois anos depois foi transferida para a escola Midwife, na zona oeste de Omdurman, onde foi inaugurada a transmissão em 573 kHz. A programação passou a ter uma hora de duração, porém ainda com baixa potência.

Informes de recepção da Nova Zelândia, Austrália e Estados Unidos indicam que o serviço em Ondas Curtas foi ao ar em 1945 e operava nas frequências de 9220 e 13320 kHz. Naquela época todas as transmissões eram feitas com baixa potência: Ondas Médias com 750 W, Ondas Curtas de 9 MHz com 450 W e Ondas Curtas de 13 MHz com 250 W. A cobertura era restrita às cidades vizinhas dos transmissores.

Em 1949 chegaram informações que a Radio Omdurman estava transmitindo com 6 kW em Ondas Curtas, e logo após isso três transmissores Marconi provenientes da Inglaterra foram instalados. Dois de 20 kW foram usados para transmissões em Ondas Curtas e um de 50 kW para Ondas Médias. Eles foram instalados no centro transmissor Soba, na pequena vila de Al Aitahab, ao sul das cidades de Khartoum e Omdurman. Dois transmissores holandeses Philips de 120 kW foram instalados nos anos 60 e um norteamericano da marca Harris nos anos 90.

Durante esse período emissoras regionais foram instaladas em várias outras localidades. Destaque para um transmissor de Ondas Médias com 1,5 MW em Sennar. Cerca de doze transmissores de Ondas Médias constam das listas oficiais, mas não é certeza que realmente tenham sido instalados e mesmo as estações realmente existentes em determinados períodos transmitem de forma errática.

Então, quais emissoras sudanesas podem ser ouvidas nos dias atuais? Caso esteja na região do Mediterrâneo, você pode ouvir o transmissor de Reiba, com 600 kW em 1296 kHz; Khartoum, com 100 kW em 963 kHz; Omdurman, com 50 kW em 765 kHz. Em ondas curtas a programação vai ao ar na frequência de 7200 kHz, com 100 kW durante todo o dia.

A Radio Omdurman nunca figurou entre as emissoras que confirmam com facilidade informes de recepção. O registro de apenas algumas poucas cartas QSL é de conhecimento público.

BFBS e AFRS

Os americanos instalaram uma estação de Ondas Médias com 250 W em Khartoum em Junho de 1944 que foi usada por pouco mais de um ano (Agosto de 1945). O canal em uso pela AFRS Khartoum era informado como de Ondas Curtas, ainda que provavelmente fosse na faixa de Ondas Médias. Seu indicativo é desconhecido. Outro transmissor de baixa potência também foi instalado no mesmo período em El Geneima.

A estação da BFBS em Khartoum foi instalada entre 1944 e 1945. Não há informações adicionais a seu respeito.

Artigo irradiado no programa Wavescan e traduzido mediante autorização. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: