O idioma Pidgin

15 10 2011

Cedric Marshall

Nos últimos anos vários Dexistas de Ontário parecem não ter tido muito sucesso na escuta de emissoras domésticas de baixa potência da Papua Nova Guiné. Entretanto, de vez em quando elas podem ser captadas e resultam em informes para os colunistas de logs geralmente mencionando a transmissão de música nativa local ou norteamericana e anúncios em “Pidgin”.

Pidgin… o quê é isso? Basicamente uma mistura de idiomas que foram combinados e evoluíram no sentido desta língua tão comum no Pacífico Sul. Inglês é a influência dominante e um nativo de tal idioma com boa imaginação certamente conseguirá compreender uma frase simples escrita em Pidgin. A escrita é estranha, mas as palavras são pronunciadas exatamente como estão no papel, tornando seu sentido bem mais claro. “Papua New Guinea”, por exemplo, onde o Pidgin for o idioma oficial é grafado como “Papua Niugini”.

Já a gramática do Pidgin… bem, aqui é o ponto em que você às vezes precisará de uma boa dose de inspiração para descobrir o significado. Sua gramática é diferente do que estamos acostumados, mas não deixa de ter a sua lógica. Alguns anos atrás fiquei bastante confuso com o slogan presente no meu QSL da Rádio Rabaul: estava escrito “stesin bilong yumi”. Finalmente descobri que a Rádio Rabaul era “the station belonging to you and me”, ou simplesmente “nossa estação”. Outros exemplos: em Port Moresby você pode encontrar um jornal chamado “Niugini Toktok”, e no altiplano a ocorrência de chuvas de granizo levam os nativos a dizer “bokis ais bilong Jesus emi bugarup” – em outras palavras “Jesus icebox is broken” (a geladeira de Jesus está quebrada). Se alguém for à selva cortar uma árvore com outra pessoa usando uma serra em que cada um puxa e empurra de cada lado, esta ação ganha o nome de “pullim he come, showin he go”.

Ouvir uma transmissão em Pidgin, particularmente de uma emissora distante e com sinal fraco é mais difícil que ler pois não há tempo para parar e pensar. Algumas frases ou grupos de palavras podem soar perfeitamente como em inglês, mas em algumas situações o conteúdo ouvido é absolutamente incompreensível, principalmente na presença de estática. Felizmente para os Dexistas conseguir decifrar a identificação, frequência e anúncios de hora certa é uma tarefa relativamente simples.

O Pidgin pode ser ouvido em quase todas as emissoras de Papua Nova Guiné, mas a escuta de tal país não tem sido fácil ultimamente. Presença de forma um pouco mais regular tem sido a da Solomon Islands Broadcasting Corporation e esta também transmite boa parte da sua programação em Pidgin.  Outra emissora, menos exótica, mas com sinal bem mais forte é a Rádio Austrália com seu serviço para Papua Nova Guiné. Tente a frequência de 5995 kHz durante a manhã para ouvir este curioso idioma.

Artigo traduzido mediante autorização do Ontario DX Association. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: