BFBS Cingapura

25 09 2011

Adrian M. Peterson

No ano de 1971 tive a oportunidade de fazer uma viagem por Bangladesh em um barco à motor após a ocorrência de um terrível e devastador ciclone na Baía de Bengala. Cálculos estimaram a morte de um milhão de pessoas, fazendo dele o pior desastre natural da Terra desde o Dilúvio relatado na Bíblia. Fui contratado temporariamente pela ADRA, a Adventist Development and Relief Agency e estivemos nas regiões de deltas de Bangladesh levando suprimentos de comida e barracas para os desabrigados.

Em uma tarde, durante a viagem de barco estava “passeando” pela faixa de Ondas Curtas com meu receptor Grundig quando ouvi o Serviço Mundial da BBC na faixa de 60 metros. Ao verificar a informação no WRTH descobri estar ouvindo a transmissão em 5010 kHz efetuada com 10 kW da British Forces Broadcasting Service a partir de Cingapura.

Em uma posterior visita à Cingapura peguei um táxi em um dia chuvoso em direção à base das Forças Armadas Britânicas nos arredores da Cidade de Cingapura. Mesmo sendo uma área de alta segurança, foi cordialmente garantida a aprovação a minha visita à Rádio BFBS.  Conforme me aproximei do seu prédio fiquei espantado ao descobrir que várias pessoas trabalhavam no processo de desmonte dela. Estavam removendo os equipamentos eletrônicos e reformando o prédio para uso como um escritório.

Conforme andei pelas salas vazias pude ver um pouco do que aquele prédio foi. Vi os antigos estúdios e sala de controle, escritórios e discoteca. Obviamente quando estava no ar era uma moderna e eficiente emissora.

A BFBS Cingapura foi ao ar em 1953 com um transmissor de 10 kW operando com 7,5 kW e transmitia em 5010 kHz nos idiomas Inglês e Ghurka. Dez anos depois um transmissor de 5 kW para a faixa de FM foi adicionado.

A BFBS Cingapura tinha excelente fama de pagadora de confirmações e a coleção histórica da AWR em Indianápolis possui dois cartões QSL confirmando a recepção tanto das tansmissões em Ondas Curtas como FM.

Em meados de 1971 a base das Forças Armadas Britânicas passou às mãos das Forças Armadas de Cingapura. O transmissor de FM foi doado à BBC e operado remotamente. O transmissor de Ondas Curtas localizado em Jurong foi doado à Rádio Cingapura e usado durante vários anos em paralelo com a frequência de 5052 kHz.

Quando desci a escada de saída do prédio de dois andares vi um livro de visitas que tinha em sua capa a inscrição “British Forces Broadcasting Service, Singapore”.

O que aconteceu depois? O estúdio tornou-se um escritório para os oficiais das Forças Armadas de Cingapura. Os transmissores de Ondas Curtas e FM foram há muito tempo desabilitados. Tudo que sobrou daqueles dias são logs em revistas antigas de rádio, cartões QSL e memórias dentre os que trabalharam na BFBS Cingapura.

Artigo irradiado no programa Wavescan e traduzido mediante autorização. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: