IRCs, selos e as “verdinhas”

10 04 2011

Martin C. Barry

Um dos itens mais importantes do “pacote” de materiais a serem enviados para as estações utilitárias é o custeio de retorno. O pacote normalmente deve ser composto por uma carta, PPC (confirmação pré-preparada), etiqueta com o seu endereço, envelope para envio da resposta e talvez algum tipo de brinde que possa chamar a atenção da pessoa que receberá a sua correspondência.

O custeio de retorno deve ser sempre enviado, exceto casos específicos. De fato há emissoras utilitárias que possuem condições e que realmente confirmarão os informes de recepção com recursos próprios sem que esta prática seja necessária. Mas mesmo para elas, caso você envie o custeio de retorno estará tornando o processo mais fácil para a emissora e consequentemente para você. Provavelmente a melhor forma de verificar a validade do que foi dito é enviar alguns informes de recepção sem custeio de retorno e decidir se esta prática vale a pena ou não.

Dos três métodos para envio de custeio de retorno, o uso de selos é a melhor opção na opinião de muitos Dexistas. Esta alternativa é conhecida como o envio de “mint stamps”, que são selos válidos do país de destino da sua correspondência.

Ao escolher uma forma de facilitar o recebimento de respostas de países estrangeiros considere este método. Em comparação com as outras alternativas citadas, esta é a melhor. Se você já tiver fixado os selos no envelope que enviou para retorno, o operador da estação terá apenas que recortá-los e colá-los no seu PPC e então enviá-lo de volta. Caso exista um método melhor que esse, eu realmente gostaria de conhecê-lo.

O uso de International Reply Coupons (IRCs) é considerado bastante questionável por muitos Dexistas. Os IRCs são vendidos nas principais agências de correios e podem ser trocados por selos suficientes para o envio de uma carta internacional de primeiro porte por correio aéreo. Muitos não o utilizam por conta do alto preço em alguns países. Além disso, apesar da informação de valor dele ao ser trocado, muitas vezes o envio de dois ou três IRCs acaba sendo necessário. Além disso, muitas estações acabam tendo dificuldades para encontrar um local para troca, o que torna o seu envio para a estação inútil.

Os IRCs são mais conhecidos por emissoras de radiodifusão. Ao enviá-lo para um navio de guerra ou mercante, um gerente ou piloto que nunca teve contato com tal coisa, muito tempo gastará a menos que a pessoa que receba a sua carta resolva usar selos próprios para o envio da resposta. O IRC pode ser trocado apenas por selos. Alguns selos podem custar até menos que um IRC, e ao usá-los eles não precisam ser levados ao correio para troca.

O “último prego no caixão” dos IRCs vem de um operador que certa vez declarou que eles são simplesmente inúteis. O tempo e esforço envolvidos na localização de uma agência de correio e a sua troca fazem do seu uso uma má opção.

Devido ao alto custo para o envio de correspondência em alguns países há Dexistas enviam notas de US$1 para as estações utilitárias. Em países como Japão e Alemanha este valor pode ser maior.

Este é um tema complexo e realmente não há uma opinião final sobre ele. O nível de furto de correspondência pelo pessoal dos correios em países latinoamericanos e na Rússia é uma realidade, e dólares, IRCs e selos terão o seu devido valor para um ladrão. Mesmo que em sua carta não haja nada interessante, caso ela passe pelas mãos de alguém assim dificilmente chegará ao seu destino.

Artigo traduzido mediante autorização do Worldwide Utility News Club. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: