Rádio Uganda

7 08 2010

Robin Smith

Em abril desse ano tive a oportunidade de visitar Uganda em uma viagem de trabalho. Essa foi minha primeira viagem ao país que eu deixei quando criança, em 1967.

Uganda era um país tão bonito que Winston Churchill o chamou de “Pérola da África”. Por volta de 1986 o país literalmente faliu, dividido por disputas tribais, nepotismo, desmandos dos políticos e tirania dos militares.

Na minha coleção de de QSLs tenho um cartão já bastante amarelado recebido da Rádio Uganda em 1979. Tal escuta ocorreu no dia 10 de setembro de 1979 às 0311 UTC em 15325 kHz, usando transmissores na localidade de Soroti, na região oriental do país.

A Rádio Uganda é operada pela Uganda Broadcasting Corporation, que nos dias atuais é apenas uma sombra do que foi no passado. Ainda instalada no mesmo prédio de formato redondo visto nos antigos cartões QSL dessa emissora e mostra as cicatrizes do abandono e dos conflitos no país.

Em 1987 a Rádio Uganda encerrou seu serviço externo durante o auge da guerra entre as forças do então presidente Museveni e do líder anterior, Tito Okello.

Em minha visita à emissora fui acompanhado pelo engenheiro chefe, Sr. Yona Hamala, que falou bastante sobre a época que estudou no Instituto de Tecnologia de New Brunswick. O Sr. Hamala formou-se em 1967, período em que estudou por conta de um programa de cooperação entre os dois países.

Antes da guerra civil, a Rádio Uganda operava um transmissor de 250 kW a partir de Kampala com uma antena direcional COM ganho de 20 dB. O Sr. Hamala não soube informar quando ou se o serviço externo será restabelecido.

O Sr. Hamala informou que a Rádio Uganda pode transmitir atualmente apenas para a audiência local usando um transmissor de 10 kW localizado em Kampala. Para recepção no norte e sul do país o sinal é levado para a sala de meios da Empresa de Correios e Telecomunicações de Uganda para posterior distribuição via link de microondas. O sinal é retransmitido no norte a partir da cidade de Gulu, usando equipamento doado pelo Banco Mundial. No futuro, espera-se que a retransmissão possa ser feita a partir de Kabale e também de outras duas localidades: Mitiana e Balle.

Quatro frequências são usadas: 4976, 5026, 7110 e 7195 kHz. Embora essas frequências sejam direcionadas à audiência local, os sinais da emissora chegam com boa intensidade em países vizinhos (Kenia, Tanzânia, Burundi, Ruanda e Sudão).

Devido às condições atmosféricas, a Rádio Uganda tem sido captada fora da África oriental. Conforme informações do Sr. Hamala, a Rádio Uganda não possui condições financeiras para enviar cartões QSL aos Dexistas. Ele gosta de receber informes de recepção e pode respondê-los, desde que sejam enviados Cupons de Resposta Internacional em quantidade suficiente para cobrir os custos de envio.

Cartas e informes de recepção (com IRCs) podem ser enviados a ele no seguinte endereço: PO Box 2038, Kampala, Uganda. O telefone da emissora é 256-41-256-647.

Artigo traduzido mediante autorização do Ontario DX Association. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: