Rádio Canção Nova – Paulínia/SP

18 03 2019

Em poucos dias esta foi mais uma emissora da rede Canção Nova que consegui confirmar. Alguns grupos religiosos podem render uma quantidade de confirmações até maior que de outros tipos de emissoras.

Anúncios




A história de uma gigante estação de ondas curtas no Alaska

16 03 2019

Adrian M. Peterson

As obras de construção de uma estação de ondas curtas no Alasca começaram no ano de 1993. A localização desse enorme projeto foi em uma base da Força Aérea Americana em um local isolado perto de Gakona, a quase 320 quilômetros ao nordeste da capital do estado de Anchorage.

O projeto desta gigantesca estação de ondas curtas, o HAARP (High-Frequency Active Auroral Research Program, ou Programa de Pesquisa Auroral Ativa de Alta Freqüência), demandou 360 transmissores de 10 kW cada e 180 mastros de antena, todos instalados de forma compacta em um terreno quadrado de 30 acres.  Os transmissores da Continental foram agrupados em pares em recipientes especiais com temperatura controlada e à prova de intempéries. Os mastros de antena suportam um total de 720 antenas de ondas curtas de banda baixa e banda alta.

Este caro projeto foi construído em três fases separadas a um custo inicial de US$ 30 milhões. Um sistema de supercomputador adicional custou US$ 25 milhões e os custos operacionais foram estimados em US$ 30 milhões.

A primeira fase da construção foi concluída em 1998, e uma fase secundária quatro anos depois. Toda a instalação foi finalmente e totalmente concluída em 2007; 6 anos depois, o HAARP Alaska foi encerrado.

As transmissões de teste iniciais ocorreram em 8 de março de 1997 em 3400 kHz e 6990 kHz com uma portadora aberta e mensagens em código Morse. Esses testes foram anunciados com antecedência e cartões QSL especiais foram disponibilizados.

Outra série de testes ocorreu dois anos depois, em 27 de março de 1999, e um radioescuta que estava em Londres, na Inglaterra, relatou que, mesmo com o sinal total de 3,6 megawatts, o HAARP não era audível no Reino Unido.

Em janeiro de 2008, o HAARP realizou uma série adicional de dois dias de testes transmitidos para a lua. Estas transmissões foram notadas em duas frequências de ondas curtas, 6792,5 kHz e 7407,5 kHz.

O objetivo do HAARP Alaska era estudar o impacto da potência maciça irradiada no céu, com a possibilidade de controle da ionosfera e anulação de sinais de rádio recebidos de outros países. Muita especulação sobre o projeto HAARP sugeriu que os padrões climáticos poderiam ser alterados, uso na detecção de padrões subterrâneos e comunicação com submarinos profundamente submersos.

No entanto, as autoridades do governo têm sido bastante abertas sobre as atividades associadas ao seu projeto, e eventos de visitação pública com visitas guiadas têm sido realizados periodicamente. O conhecido radioamador e autor de livros sobre o assunto, Gordon West WB6NOA, fez uma visita de inspeção em Setembro de 2001, aparentemente em uma tentativa de dissipar as teorias de conspiração que abundam sobre a estação. Ele afirmou em um artigo na revista Popular Communications que normalmente a estação não pode ser ouvida em receptores de ondas curtas regulares porque os transmissores operam com uma técnica de salto de frequência, que é uma mudança rápida e contínua delas.

A propriedade das instalações do HAARP foi recentemente transferida para a Universidade do Alasca em Fairbanks e os planos estão em andamento para reabrir esta estação transmissora e realizar experimentos adicionais de propagação. A FCC emitiu duas licenças de transmissão para o centro transmissor revitalizado. O indicativo WI2XFX permite transmissões experimentais em sete bandas intermediárias no espectro de ondas curtas, e o WI2XDV permite transmissões experimentais que variam de 1 MHz até 40 MHz.

Há alguns anos, um total de 720 válvulas de transmissão foram removidas dos 360 transmissores e colocadas em armazenamento aquecido por segurança, e atualmente a equipe está no processo de reinseri-los de volta em cada unidade transmissora.

Curiosamente, o HAARP não é a única instalação de ondas curtas para pesquisa ionosférica. Sabe-se que outras instalações similares, embora menores, estão localizadas em Fairbanks, no Alasca, e também em Porto Rico, bem como em Tromso na Noruega e Vasilsursk na Rússia.

O cartão QSL emitido pela HAARP apresenta uma foto em cores que mostra parte de seu enorme sistema de antenas.

Você já conhece o canal Regional DX no Youtube? Vídeos novos publicados nos dias pares do mês. Não deixe de se inscrever, curtir os vídeos, comentar e compartilhar o conteúdo. Visite em youtube.com/regionaldx





Rádio Metrópole – Gravataí/RS

14 03 2019

Apesar do processo rápido de migração pelo qual estão passando as emissoras de ondas médias principalmente do sul do país, a Rádio Metrópole continua a transmitir nesta faixa.

A Rádio Metrópole foi sintonizada em Sorocaba/SP na frequência de 1570 kHz conforme áudio abaixo:





Rádio Cidade – Itu/SP

12 03 2019

Bem, não se trata de um grande DX, é uma emissora de cidade vizinha, mas como já mencionado em outra postagem, à vezes acaba simplesmente deixando de existir e a confirmação acaba virando uma raridade.





O rádio no interior da Austrália – parte 2

10 03 2019

Adrian M. Peterson

Ouvinte de ondas curtas do mundo todo reagiram positivamente com as notícias de que três estações de ondas curtas do Território do Norte não encerraram as transmissões permanentemente. Os transmissores que levam ao ar a programação da ABC às comunidades esparsas de áreas desérticas da Austrália voltaram ao ar no dia 13 de Setembro às 09:00 (horário de Sydney). Vários monitores reportaram a escuta dessas estações reativadas.

Recentemente apresentamos um artigo sobre os primeiros anos das ondas curtas no interior australianoque tem sua origem há mais de cinquenta anos.

No início da década de 1970 passou a ser considerada novamente a possibilidade de estabelecimento de um serviço em ondas curtas regular para áreas esparsamente povoadas da Austrália e inicialmente um total de seis transmissores foram previstos. A meta seria o ano de 1971, e a localização dos outros três transmissores novos era a estação retransmissora da Rádio Austrália na Península Cox, no porto de Darwin.

Os transmissores de 100 kW foram adquiridos da Harris Gates nos Estados Unidos e armazenados na estação de ondas médias da ABC em Pimpala, na costa de Adelaide, no Sul da Austrália. Entretanto, no Natal de 1974, o ciclone Tracy destruiu boa parte da cidade de Darwin e danificou a estação da Rádio Austrália na região.

Assim, novamente a cobertura em ondas curtas do Território do Norte foi adiada. Um dos transmissores de Pimpala foi enviado temporariamente à estação da Rádio Austrália em Carnarvon, no Oeste da Austrália, onde foi ativado em 15 de Fevereiro de 1976 sob o indicativo VLL. Os dois restantes foram instalados em Shepparton, Victoria.

Alguns anos se passaram e outra tentativa de cobertura do Território do Norte em ondas curtas aconteceu. Em um estágio preliminar, um boletim diário de notícias de quinze minutos ia ao ar por meio do transmissor de comunicações de 500 watt de indicativo VJY em Darwin. O noticiário era uma retransmissão da estação da ABC 8DR desde Darwin em ondas médias, que ia ao ar duas vezes por dia, e o referido transmissor VJY estava localizado na estação de recepção da Rádio Austrália na Península Cox.

Para este projeto, três transmissores Continental de 100 kW modelo 418D-2 foram adquiridos e instalados em diferentes locais. Cada um foi preparado para operação remota a uma potência de 50 kW, em um canal durante o dia e outro à noite.

As localidades escolhidas foram cidades no Território do Norte: Alice Springs, no sul do estado, Tennant Creek, no centro e Katherine, no norte. As cidades eram ligas pela estrada Northern Territory Highway 87, Stuart Highway.

A primeira das estações deste serviço doméstico a entrar em serviço foi em Roe Creek, próximo a Alice Springs em 20 de Fevereiro de 1986. O transmissor VL8A, localizado próximo à Stuart Highway, no sudeste do pequeno aeroporto de Alice Springs fez a retransmissão de estação 8AL de Alice Springs.

No norte, a estação VL8K foi inaugurada em 3 de Abril do mesmo ano e o transmissor dividia espaço com uma unidade de 50 watt da emissora de ondas médias 8KN.  O centro transmissor foi instalado novamente junto à Stuart Highway, no lado leste, 11 quilômetros a noroeste de Katherine.

Na região central do país, um terceiro transmissor de ondas curtas foi inaugurado poucos dias depois, dividindo espaço com a estação de ondas médias 8 TC, que operava com 1 kW a partir do lado sul da Stuart Highway, a 8 quilômetros sudeste de Tennant Creek.

Além disso, um transmissor reserva de 10 kW seria instalado em cada uma das localidades para proporcionar cobertura de emergência em caso de falha no equipamento principal. Embora tais unidades tivessem sido planejadas originalmente, não há evidências de que foram instaladas.

O sistema de antena em cada estação era do tipo log periódica em V suportada por dois mastros. O ângulo de incidência era vertical, quase reto, contando assim com a ionosfera para atingir as áreas a sua volta.

Devido às temperaturas excessivamente altas nas áreas desérticas, os três transmissores apresentavam falhas de tempos em tempos. Assim após quase vinte anos no ar em condições extremas, todos os transmissores de ondas curtas do serviço doméstico passaram a ficar cada vez menos confiáveis e a substituição tornou-se necessária.

Notícias da época davam conta que transmissores croatas da empresa RIZ foram considerados, embora ao final unidades atuais da Continental modelo 418G com 100 kW substituíram as três originais para uso a meia potência. Cada estação foi desligada em rodízio durante um mês ou seis semanas, e durante este período a Rádio Austrália assumiu a cobertura, começando em 10 de Outubro de 2005. O transmissor de 100 kW desde Shepparton foi notado em 11880 kHz durante o dia e 6080 kHz à noite.

Os três transmissores de substituição entraram em operação entre Abril e Agosto de 2006. Uma unidade adicional foi instalada em Tennant Creek para operação em DRM em meados de 2011.

Dez anos depois do segundo conjunto de transmissores ser ativado, todos foram subitamente desligados no início de Setembro de 2016, embora fossem reativados quase duas semanas depois, em 13 de Setembro.

As três estações de ondas curtas do Território do Norte, VL8A Alice Springs 4835 kHz durante o dia e 2130 kHz à noite, VL8K Katherine 5025 kHz durante o dia e  2485 kHz à noite, e VL8T Tennant Creek 4910 kHz durante o dia e 2325 kHz à noite, retornaram para operação 24 horas por dia, e foram captadas diversas vezes em vários países do mundo. Entretanto, com o encerramento das transmissões da Rádio Austrália, todas essas emissoras regionais também foram descontinuadas, e embora existam movimentos visando o retorno é pouco provável que isso ocorra algum dia.

Você já conhece o canal Regional DX no Youtube? Vídeos novos publicados nos dias pares do mês. Não deixe de se inscrever, curtir os vídeos, comentar e compartilhar o conteúdo. Visite em youtube.com/regionaldx





Rádio Bom Jesus – Siqueira Campos/PR

28 02 2019

A cidade de Siqueira Campos já me rendeu anteriormente a confirmação de outra emissora de ondas médias. Na faixa de FM também já tentei a confirmação, mas infelizmente sem sucesso.





Trans World Radio – Manzini/Suazilândia

26 02 2019

A Trans World Radio é uma das poucas emissoras a transmitir em ondas curtas a partir da África. Quanto a esse aspecto é bom ressaltar a importância de grupos religiosos, pois sem sua presença vários seriam os países (dos poucos que ainda estão nas ondas curtas) que simplesmente nos deixariam.

A Trans World Radio foi sintonizada em Sorocaba/SP na frequência de 4775 kHz conforme áudio abaixo: