A estação de monitoramento da Rádio Tirana

3 05 2015

Erik Køie

A Albânia é um país localizado no Mar Adriático que tem uma área de 28748 km² e em Julho de 2004 sua população era de 3544800 habitantes. Entre 1990 e 1992 o comunismo caiu e uma democracia multipartidária foi estabelecida.

Quarenta anos atrás a Rádio Tirana era conhecida por suas transmissões em diversos idiomas. Em 1966 eram nove idiomas e 20 em 1975. Em 1985 eram 22 idiomas, mas após 1992 o número de idiomas caiu para oito ou nove! Em 1966 a China construiu uma pequena estação de monitoramento cuja tarefa era a captação de transmissões por onda terrestre em ondas médias e curtas, verificar se os transmissores em Fllaka, Shijak e Cerrik estavam nas frequências corretas, etc. O pessoal consistia de quatro técnicos e um chefe que era um engenheiro eletrônico.

A foto acima mostra o equipamento chinês (copiado dos russos), que foi usado de 1966 a Dezembro de 1993, com a chefe da época, Drita Cico, em frente ao sistema valvulado de medição de modulação e frequência. Ele consistia de dois receptores WS423 para ondas médias e curtas, dois medidores de modulação TF-2, um medidor de frequência PBE-1 para até 30 MHz e um gerador de frequência padrão para 500 Hz, 1, 10, 100 kHz e 1 MHz, etc. Embora a sala de monitoramento tivesse apenas 7 x 4 x 3,3 metros, esses equipamentos permaneceram lá após a desativação a título de curiosidade, embora Drita tivesse solicitado a remoção. Na parte frontal à esquerda está um medidor de intensidade de campo Rohde-Schwartz para as faixas de ondas médias e curtas. O medidor chegou à estação em 1999, mas não creio que continuem em uso.

Acima está o técnico Robert Omari operando um dos receptores. Ele trabalhou na estação de monitoramento por vários anos. Hoje os seguintes equipamentos são utilizados: dois receptores Yaesu FRG-8800, um Grundig YB-500, um Grundig Ocean Boy, um radiomagnetofone Grundig RR1350 e duas TVs coloridas Samsung. Além disso eles possuem um Lowe HF-225 controlado remotamente que foi modificado para medir intensidade de campo e modulação, mas que desde de Setembro de 2001 é usado pelo antigo diretor técnico da Rádio Tirana. Em 27 de Novembro de 2004 foi instalado um receptor de satélite para monitoramento dos programas da TVSH (SH = Shqiptar) e Rádio Tirana via Eutelsat.

Há seis antenas instaladas no teto da Rádio Tirana, e a principal tem o formato da letra G em alfabeto Cirílico, que eu chamaria de “antena L”. Outras cobrem as faixas de VHF e UHF, além de ondas médias e curtas. A foto acima foi tirada em 26 de Novembro de 2004.

Artigo traduzido mediante autorização do autor. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.





Rádio Borborema

1 05 2015

É simplesmente espetacular ver que um dia praticamente todos os Estados brasileiros tiveram ao menos uma estação operando em ondas tropicais ou curtas. Neste caso, a Rádio Borborema é um exemplo de estação que sempre teve excelente recepção na Europa e igualmente era atenciosa para com o público Dexista, enviando postais, prospectos turísticos e muitos outros materiais que literalmente lotavam coleções mundo afora.





Rádio Clube de Botucatu

29 04 2015

A Rádio Clube de Botucatu foi mais uma das emissoras regionais que captei em Guareí/SP a agir de forma bastante amável ao responder minha correspondência. Em algum lugar a correspondência caiu na água e a danificou um pouco, mas nem por isso ela deixa de ter seu valor.

Em 2015 espero continuar a receber muitas confirmações de emissoras de ondas médias. Será uma faixa para a qual continuarei dando bastante atenção.

Rádio Clube de BotucatuRádio Clube de Botucatu





Rádio Educadora

27 04 2015

A Rádio Educadora é mais uma das várias emissoras desta região a ter sintonia constante e de qualidade no Sudoeste Paulista. A identificação é bastante completa, sendo esta mais uma cujo informe de recepção será enviado muito em breve.

Piracicaba/SP dista 89 km de Guareí, local em que foi efetuada a escuta da Rádio Educadora na frequência de 1060 kHz conforme áudio abaixo:





O informe de recepção mais curto do mundo

25 04 2015

Adrian M. Peterson

No dia 21 de Janeiro de 1946 estive na casa de Ern Suffolk, que vivia a meia hora de bicicleta da minha casa em uma pequena cidade no sul da Austrália. Ern era um conhecido Dexista que montou uma grande coleção de cartões QSL naquela época e inclusive foi editor de um programa DX da Rádio Austrália.

Naquele dia de verão eu fazia escutas em um elaborado receptor de ondas curtas e captei o familiar encerramento de transmissão da Voz da América, com sinal alto e claro. Na minha pouca experiência perguntei a Ern se poderia enviar um informe de recepção com tão poucos dados. Ele disse: “Bem, você pode tentar”. Perguntei então para onde devia enviar o informe e ele sugeriu dois locais, VOA Hawaii e VOA-OWI em São Francisco.

Enviei aos dois endereços um informe de recepção de um minuto e meio da transmissão da VOA Honolulu na esperança de que ao menos um deles seria respondido com cartão QSL. Imagine minha surpresa quando recebi dois cartões QSL, cada um com carimbo dos correios tanto de Honolulu como São Francisco na mesma data, 5 de Março de 1946!

O QSL de Honolulu tinha um texto breve de confirmação com a data e a frequência de 6120 kHz. O cartão mostra uma representação artística do Oceano Pacífico e a identificação da estação com um texto grande nas cores vermelha e azul.

O QSL da Califórnia seguia o modelo regular dividido em blocos vermelho, branco e azul. Havia um espaço em branco que normalmente era preenchido o indicativo com letras grandes, que neste caso foi datilografado com tinta azul o indicativo KRHO e a frequência de 6120 kHz. Também foi datilografada a hora da recepção, 1000-1000½ GMT.

Se dúvida foi um fato único que um informe tão curto, com apenas meio minuto, tenha sido confirmado com dois cartões QSL de localidades diferentes e por eles terem sido carimbados na mesma data. De qualquer maneira não recomendo o envio de informes de recepção tão curtos.

Artigo traduzido mediante autorização do autor. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.





Rádio Oriente

23 04 2015

Embora seja uma emissora que jamais transmitiu em ondas tropicais ou curtas, a Rádio Oriente tem seu lugar na história do rádio brasileiro, sendo inclusive desativada em 2006, com apenas 22 anos de existência.

Sem dúvida foi uma captação rara na Europa, pois certamente a potência não era muito elevada e Redenção é uma cidade do sudeste paraense.





Rádio Cidade

21 04 2015

A Rádio Cidade é uma emissora de ondas médias que possui sintonia muito boa em diversas regiões do Estado de São Paulo, mesmo durante o dia, certamente em decorrência da potência empregada, alta para os padrões do interior (10 kW). A identificação que disponibilizo inclui uma mensagem de final de ano, algo bastante tradicional nesse período.

Jundiaí/SP dista 133 km de Guareí, local em que foi efetuada a captação da Rádio Cidade na frequência de 730 kHz conforme áudio abaixo:








Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 166 outros seguidores