A primeira estação de radiodifusão na América Central

23 04 2017

Adrian M. Peterson

O istmo centro-americano une a América do Sul à América do Norte, e nele há sete países que compõem a América Central, com El Salvador sendo o menor. É interessante ressaltar que a Zona do Canal do Panamá teve o mesmo título por quase um século, durante a ocupação norte -americana (1904 – 1999.)

Na era pré-colonial, ameríndios habitaram a América Central, e quando os espanhóis chegaram há quase quinhentos anos, o povo Nahua de fala Pipil do sul do México ocupava o que é hoje El Salvador. Tais povos tribais conheciam a região como Kuskatan, que significa “Terra das Joias Preciosas”.

O primeiro visitante europeu a chegar à região foi o almirante espanhol Andrés Nino, que liderou uma expedição que desembarcou na ilha Meanguera, que batizou como Petronila. Isso aconteceu em 31 de Maio de 1522. Três anos depois, colonizadores espanhóis estabeleceram um povoado, embora tenham ocorrido consideráveis conflitos com as tribos que habitavam a região.

Quinze anos depois, El Salvador foi reconhecido como colônia espanhola; em 1821 obteve sua independência; em 1840, El Salvador obteve sua independência como país separado da América Central. A história do país é permeada pela instabilidade política nos anos vindouros.

Trata-se do menor país da América Central e ao mesmo tempo o mais densamente povoado, com seis milhões de habitantes. Nele há 25 vulcões (associados a muitos terremotos), 14 lagos, milhares de espécies de borboleta e suas três maiores cidades são: San Salvador, Santa Ana e San Miguel.

O turismo é uma das maiores fontes de renda do país, com mais de um milhão de visitantes por ano. Em 2001 o dólar dos Estados Unidos foi adotado como moeda oficial, substituindo o Colon; e El Salvador às vezes é descrito como “o país com um sorriso”.

O primeiro transmissor de rádio instalado em El Salvador foi em Las Lomas de Candelaria, ao sul de San Salvador, e entrou em operação em 1921. Quatro anos depois, a localização passou a ser em Venustiano Carranza, e o indicativo era SDA.

As coordenadas geográficas informadas em 1921 certamente estavam erradas, pois ficam no mar; e as de 1924 eram listadas como aproximadas. De qualquer maneira, as informações disponíveis mostravam que o primeiro transmissor de rádio em El Salvador ficava em uma região de floresta ao sul de San Salvador.

No dia 1 de Março de 1926 a primeira estação de radiodifusão de El Salvador foi inaugurada pelo presidente Alfonso Quinonez Molina com o indicativo AQM, as iniciais do nome dele. Ela provavelmente foi a primeira emissora do gênero na América Central.

Seu estúdio e transmissor foi instalado no segundo andar do Teatro Nacional em San Salvador. Foi fabricado pela inglesa Western Electrical e sua potência era de 500W. O Teatro Nacional de El Salvador foi inaugurado em 1917, e é o mais antigo do gênero na América Central.

Outro indicativo adotado foi RDN, de Radio Nacional, e quando houve padronização internacional, RDN foi trocado pelo famoso YSS. Em 1933, o canal listado em ondas médias foi 864 kHz.

Em 14 de Setembro de 1977, El Salvador emitiu quatro selos postais, todos com o mesmo desenho, mas com diferentes cores e valores, comemorando o 50º aniversário da radiodifusão no país. O dia 14 de Setembro de 1927 está um ano e meio depois da primeira transmissão da pioneira AQM. Talvez a homenagem dos selos seja quanto a ocasião em que a estação experimental AQM-RDN passou a ser YSS, um serviço radiofônico reconhecido pelo governo.

Conforme os anos passaram, a YSS/Radio Nacional tornou-se uma rede capaz de cobrir todo o país; primeiro em ondas médias e transferida gradativamente para FM. A primeira frequência em ondas médias foi 864 kHz e posteriormente 638 kHz, 640 kHz e a conhecida 655 kHz.

Na década de 1980, estações retransmissoras de ondas médias foram instaladas, e dez anos depois haviam seis delas. Na mesma época o indicativo passou a ser YSSS, em conformidade com o sistema nacional de identificação de emissoras, todas começando com as letras YS.

O auge das ondas médias em El Salvador ocorreu na década de 1990, com quase 100 espalhadas pelo país. Hoje há cerca de 60, além de grande quantidade de emissoras em FM. A Radio Nacional pode ser captada em 96,9 MHz e a programação é irradiada por diversas estações retransmissoras.

Artigo traduzido mediante autorização. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.

Você já conhece o canal Regional DX no Youtube? Vídeos novos publicados nos dias pares do mês. Não deixe de se inscrever, curtir os vídeos, comentar e compartilhar o conteúdo. Visite em youtube.com/regionaldx





Rádio Farroupilha – Porto Alegre/RS

21 04 2017

A Rádio Farroupilha é outra emissora porto-alegrense cuja captação ocorre vez ou outra em ondas médias, mas é interessante notar que um dia ela também esteve presente nas ondas curtas, incluindo uma frequência na faixa de 19 metros que creio que atingia diversos países bastante distantes.





Rádio Pampa – Porto Alegre/RS

19 04 2017

Depois das poderosas Rádio Gaúcha e Rádio Guaíba, a Rádio Pampa é a terceira emissora de Porto Alegre com melhor recepção em minha cidade. A identificação é bastante completa e uma entre tantas para as quais tenho informe de recepção pendente.

A Rádio Pampa foi captada em Sorocaba/SP conforme áudio abaixo:





DBC FM – São Carlos/SP

17 04 2017

A DBC FM é uma emissora que opera em um canal bastante complicado e divide espaço com a Mix FM, uma das emissoras mais potentes da capital. Mesmo assim é possível a recepção com nível bastante razoável de qualidade e ainda por cima confirmaram meu informe.





A pequena estação do Canadá fechou

15 04 2017

Adrian M. Peterson

De acordo com vários informes recentes, a estação de ondas curtas pequena, isolada e de baixa potência localizada na costa oeste do Canadá deixou de transmitir permanentemente. A estação CKZU da Canadian Broadcasting Corporation que serviu as comunidades do norte da Columbia Britânica por 75 anos deixou de transmitir devido a falha no equipamento  no ano passado e confirmou que o custo de substituição não era financeiramente justificável.

Diversos ouvintes observaram que a estação estava transmitindo de forma intermitente desde a metade de 2015, provavelmente por mais tempo fora do ar.  O Dexista Harold Sellers informou no boletim dinamarquês DX Window ter ouvido a CKZU com sinal forte em sua frequência habitual na faixa de 49 metros, em 6160 kHz em 30 de Setembro de 2016.

Harold Sellers vive na cidade de Vernon, na região central da Columbia Britânica, que fica na área de cobertura em ondas curtas da CKZU. Tal observação resultou na última captação registrada da CBC Vancouver.

O Dexista Walter Salmaniw vive na cidade de Victoria, que fica a 96 km da CKZU. Citando Colin Newell, Walter Salminaw informou na internet que a CBC Vancouver declarou que o antigo transmissor da emissora não tem mais condições para reparos e o custo de substituição não é justificável por conta do número limitado de ouvintes de seu sinal em ondas curtas.

A CKZU sempre compartilhou suas instalações com a estação de ondas médias da CBC Vancouver e entrou em operação em Dezembro de 1941. Na época, o indicativo em ondas médias era CBR e em ondas curtas CBRX. Contava com um transmissor RCA de apenas 150 watts, e operava em 6160 kHz, o único canal em ondas curtas que ela usou.

O sistema irradiante também ocupava a mesma localidade da CBR na ilha Lulu, ao sul de Vancouver. O transmissor foi ao ar com dois propósitos específicos: alimentar a rede de retransmissores de ondas médias de baixa potência da CBC na Columbia Britânica e recepção direta por ouvintes em áreas isoladas da região.

A ilha Lulu é pequena e possui relevo baixo e plano e possui algumas áreas abaixo do nível do mar e do rio. Seu nome é uma homenagem animadora Lulu Sweet, aparentemente do Havaí, que havia comprado a ilha. Talvez o apelido Lulu Sweet venha de Hono-lulu. Um dique elevado foi construído no entorno de todo a área povoada como proteção contra inundação do rio Fraser e contra tempestades do Oceano Pacífico.

O local em que ficavam os transmissores da CBR e CBRX ficava em uma área agora ocupada por casas. O primeiro sistema de antena era composto por uma rômbica em formato de diamante suportada por quatro torres de 15 metros de altura e cada perna com 73 metros. O lóbulo principal era voltado a noroeste, permitindo a cobertura das áreas costeiras do norte da Columbia Britânica.

Em 25 de Janeiro de 1952, o indicativo da estação de ondas médias foi trocado para CBU, com o CB indicando CBC e o U indicando Vancouver. A estação de ondas curtas deixou de ser CBRX e tornou-se CBUX, com o X indicando ondas curtas.

Dois anos depois (1954), o pequeno transmissor de 150 watt da RCA foi substituído por um da inglesa Marconi, com 1 kW de entrada e ½ kW de saída. Em 1965, o indicativo de ondas curtas foi trocado novamente, devido ao fato dos indicativos das estações internacionais que começavam com CB pertencer ao Chile, não Canada. Então a CBUX passou a ser CKZU.

Em 1967 um novo centro transmissor foi construído. Ele ainda ficava na ilha Lulu, mas agora na área protegida pelo dique. A CKZU foi deslocada em conjunto com a estação CBU e seus 50 kW.

Em 1983, um novo transmissor de ondas curtas foi instalado, um Elcom Bauer, modelo 701B, de 1 kW. Ele foi o terceiro transmissor da emissora, e que se manteve em operação nos últimos anos.  O sistema de antenas, suportado por quatro mastros de madeira, é um dipolo com refletor passivo, e ainda proporcionava cobertura do norte.

Em 2008 surgiram rumores de que a CKZU deixaria de transmitir; em 2013 a licença da CKZU foi cancelada e logo em seguida renovada; em 2015 ficou fora do ar e em Setembro de 2016 foi captada por um curto período. Em Fevereiro último a CKZU foi declarada inoperável.

Infelizmente ela agora faz parte da pilha de emissoras de ondas curtas que nos deixou, embora ainda seja possível ver no Google Earth o sistema de antenas e a construção que ainda abriga o transmissor de 50 kW em ondas médias na frequência de 690 kHz. Também poderá ver uma pilha de pinheiros velhos que foram levados para a área por conta de tempestades e inundações.

Então, o que restou da cena em ondas curtas do Canadá? Ainda é possível ouvir a CKZN, de Saint John, Newfoundland, com 1 kW em 6160 kHz; CFVP, de Calgary, Alberta, com 100 watts em 6030 kHz; CFRX, de Toronto, Ontário, com 1 kW em 6070 kHz. E não esqueça da estação de sinais horários CHU, de Ottawa, Ontário, em 3330, 7850 e 14670 kHz.

Artigo traduzido mediante autorização. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.

Você já conhece o canal Regional DX no Youtube? Vídeos novos publicados nos dias pares do mês. Não deixe de se inscrever, curtir os vídeos, comentar e compartilhar o conteúdo. Visite em youtube.com/regionaldx





Antena 1 – Campinas/SP

13 04 2017

As emissoras da rede Antena 1 são relativamente difíceis para obter uma gravação da identificação, pois diferente do que deveria ser aplicado à todas emissoras brasileiras, ela a executa apenas em alguns horários bem específicos. A não ser que você conheça a programação, tal tarefa acaba sendo bastante difícil. Num golpe de sorte consegui o registro a seguir.

A Antena 1 Campinas foi captada em Sorocaba/SP conforme áudio abaixo:





Nova Stereosom

11 04 2017

A Nova Stereosom é uma das emissoras que dominam a frequência por aqui, por mais que Leme não seja exatamente próxima a Sorocaba. A escuta rendeu mais um PPC para a coleção, que hoje conta com um número expressivo de FMs confirmadas.