Nova emissora de ondas curtas na Austrália

23 07 2017

Adrian M. Peterson

Surpreendendo a todos, uma estação comercial de ondas médias da Austrália obteve licença para retransmitir sua programação em paralelo na faixa de ondas curtas. Tal situação por parte de uma emissora comercial vai no sentido diametralmente oposto da ABC e Rádio Austrália, que desativou toda sua rede de estações de ondas curtas. O gerente da emissora 4KZ, de Innisfail, North Queensland, anunciou que o transmissor de ondas curtas seria inaugurado em Maio e levaria ao ar a programação a áreas despovoadas do interior do norte da península e do golfo.

Nos últimos anos, algumas poucas emissoras de ondas curtas de baixa potência foram inauguradas na Austrália, embora geralmente de hobistas e de forma esporádica. No período que antecedeu a II Guerra Mundial, um número significativo de estações amadoras transmitiram programação local em ondas curtas em horários irregulares. Em algumas ocasiões, o engenheiro da emissora retransmitia a programação de ondas médias com um transmissor radioamadorístico, o que acabou por evoluir para uma estação de ondas curtas propriamente dita.

O uso das ondas curtas para aumentar a área de cobertura de uma emissora de ondas médias é algo incomum nos dias atuais e, no caso da Austrália, ocorreu apenas em três ocasiões. Vejamos a história delas, com todos os eventos em ordem cronológica, que começaremos com duas estações planejadas e que nunca foram ao ar.

Em 1925, o Partido Trabalhista anunciou planos de estabelecer uma emissora de ondas médias em Sydney, a maior cidade da Austrália. Os indicativos seriam 2IC, 2TH e 2LC, embora quando fora inaugurada, o indicativo adotado foi 2KY, que está no ar ainda hoje.

A 2KY foi oficialmente inaugurada no Trades Hall, situado à 4 Goulburn Street em Sydney em 31 de Outubro de 1925. Em um dos vários discursos de inauguração, o Engenheiro Chefe Ernest Beard informou que estava em curso a instalação de um transmissor adicionai, para ondas curtas, com o objetivo de aumentar a área de cobertura. Devido a diferenças políticas, a licença para esta não foi concedida.

Em Maio de 1928, outra emissora comercial solicitou uma licença para operar em ondas curtas, com potência de 5 kW em 70 ou 80 metros para cobertura do centro do país. A estação comercial 5CL tinha estúdios na Hindmarsh Square, em Adelaide, e um transmissor novo para ondas médias de 5 kW ficava em Brooklyn Park.

Na mesma época em que a 5CL teve a licença em ondas curtas negada, a emissora de ondas médias 3UZ, de Melbourne, desenvolveu seu serviço em ondas curtas. Sete anos depois ela passou a ser controlada pela divisão sul da rede da ABC.

Agora prosseguiremos com a história de quatro ocasiões em que uma emissora de ondas médias australiana obteve licença para operar em ondas curtas, sendo a primeira a já mencionada 3UZ.

Em Abril de 1928, o Engenheiro L. C. Glew começou a retransmitir a estação comercial 3UZ, desde Melbourne, Victoria, em ondas curtas por seu transmissor amador a partir de uma casa no subúrbio. Tal procedimento era bastante comum tanto nos Estados Unidos como Austrália naquela época.

Dois anos depois ele completou a construção de um transmissor de ondas curtas adicional, que foi instalado com um de ondas médias nos estúdios localizados à 45 Bourke Street, em Melbourne. A potência original era de 120 watts, valor aumentado posteriormente para 500 watts. A programação era captada aproximadamente na frequência de 9725 kHz.

A estação comercial de Adelaide 5AD organizou seu próprio clube DX, e ia ao ar geralmente aos domingos com programação especial para os ouvintes de ondas curtas. Em 1934, os programas eram transmitidos pela estação amadora VK5WB, e em seguida a 5AD Radio Club obteve sua licença e transmissor de ondas curtas e foi ao ar sob o indicativo experimental VK5DI.

A estação de ondas curtas VK5DI foi inaugurada durante o ano de 1935 e ia ao ar geralmente em duas sessões diferentes aos domingos, inicialmente na faixa de 40 metros, e em anos posteriores nos 20 metros. As transmissões em ondas curtas da 5DI eram captadas na Austrália, Nova Zelândia e ocasionalmente nos Estados Unidos.

Ela também usou o canto do pássaro Kookaburra no início das transmissões, assim como várias outras emissoras de ondas curtas do país naquela época. A última transmissão da 5DI foi feita no dia 13 de Agosto de 1939; e durante o início da II Guerra Mundial o pequeno transmissor foi guardado no escritório do jornal da cidade, onde foi exposto à visitação pública.

A programação que ia ao ar aos domingos era sempre ao vivo, e consistia de destaques das transmissões da estação de ondas médias 5AD na semana anterior. Os informes de recepção eram confirmados com cartões QSL.

According to the available news releases, the new commercial shortwave service from 4KZ at Innisfail in North Queensland is scheduled for introduction during this month of May (2017). The suggested operating hours are from 4:00 pm to 9:00 am daily with 1½ kW on 5055 kHz. The antenna system is an inverted V, beamed a little to the northwest.

Innisfail é uma pequena cidade costeira com 30 mil habitantes. As principais fontes de renda são o turismo, frutas tropicais e açúcar. A produção anual de bananas é de 9 mil toneladas e a produção de cana é de 3,1 milhões de toneladas. O maior moinho de açúcar do país fica próximo a Ingham.

A 4KZ foi inaugurada em Innisfail em Setembro de 1967 com 5 kW em 531 kHz, potência que posteriormente foi elevada à 10 kW. Na atualidade o grupo conta com as seguintes emissoras: 4KZ e quatro estações coligadas, oito retransmissores de baixa potência, com um total de 20 transmissores de ondas médias e FM. Isso proporciona ampla cobertura na península Cape York e áreas adjacentes ao Golfo de Carpentaria. O gerente, Al Kirton, também é um rádio amador em Queensland, com o indicativo VK4FFKZ.

Artigo traduzido mediante autorização. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.

Você já conhece o canal Regional DX no Youtube? Vídeos novos publicados nos dias pares do mês. Não deixe de se inscrever, curtir os vídeos, comentar e compartilhar o conteúdo. Visite em youtube.com/regionaldx

Anúncios




Radio Fe y Alegría – Assunção/Paraguay

21 07 2017

A Radio Fe y Alegría foi uma emissora que literalmente trouxe muita alegria ao ser confirmada. O Paraguai era um país sul-americano que ainda não tinha confirmado mesmo tendo captado em ondas curtas em um passado já um tanto distante, com a Radio Encarnación como sua principal representante. Agora falta confirmar “somente” Guiana e Suriname para “fechar” a América do Sul.

Este foi meu 123º país confirmado.





Alpha FM – São Paulo/SP

19 07 2017

A Alpha FM é mais uma entre as muitas emissoras paulistanas que possuem sintonia muito boa em minha cidade. É também uma para qual enviei recentemente uma correspondência que espero ter a sorte de ser respondida.

A Alpha FM foi sintonizada em Sorocaba/SP na frequência de 101,7 MHz conforme áudio abaixo:





Rádio Baré – Manaus/AM

17 07 2017

A Rádio Baré foi uma emissora amazonense com bastante tradição e que inclusive tive a oportunidade de sintonizar em ondas médias quando estive em Manaus há pouco mais de 10 anos. Naquela época já não transmitia em Ondas Tropicais. Hoje leva ao ar conteúdo da rede CBN e a frequência de ondas médias foi deixada em detrimento do FM.





Uma nova estação de ondas curtas em construção nos Estados Unidos

15 07 2017

Adrian M. Peterson

A edição de Abril do New Zealand DX Times publicou a surpreendente informação de que uma nova estação de ondas curtas está em construção nos Estados Unidos. Ela é de propriedade da International Fellowship of Churches, que fica próxima a cidade de Beowawe, no estado de Nevada, e foi licenciada com o indicativo KIMF.

Curiosamente, há doze anos houve o projeto de uma outra emissora com o mesmo indicativo, mas para outra localidade.

A edição de 2003 do World Radio Handbook continha os dados de uma estação planejada com o indicativo KIMF. Ela seria localizada próxima a Pinon, no estado do Novo México, e iria ao ar em ondas curtas com um transmissor de 50 kW a partir das frequências de 5835 kHz e 11885 kHz. O plano original indicava que entraria em operação entre o final de 2003 e o início de 2004.

A pequena cidade de Pinon tem uma população inferior a 100 pessoas e fica no sul do estado do Novo México, aproximadamente no meio do caminho entre o Arizona (oeste) e Texas (leste). O proprietário e presidente da nova emissora era James Planck, e o endereço postal era em Rancho Cucamonga, no subúrbio de Los Angeles, Califórnia.

Tal informação foi publicada em quatro edições consecutivas do World Radio TV Handbook, de 2003 a 2006. Nenhuma das edições anteriores ou posteriores a tais anos possui qualquer menção à KIMF.

Portanto, não houve dados de que o projeto chegou ao fim. Com a recente informação vinda da Nova Zelândia em Abril, a história da estação de ondas curtas KIMF foi reaberta. Relatos posteriores afirmam que as informações atuais sobre ela são mesmo corretas.

Em 2015, James Planck começou a apresentar um programa com quatro horas de duração via KVOH no período noturno. No ano passado tais transmissões foram encerradas para que pudesse estabelecer sua emissora de ondas curtas.

A nova localização da KIMF fica a oeste de outra cidade pequena, Beowawe, em Nevada. Ela possui uma planta de geração de energia geotérmica e também uma população de menos de 100 pessoas.

O terreno da estação fica no norte de uma rodovia próxima a Beowawe. Fotos da área mostram que eh levemente escarpado e com leve aumento de altitude.

O prédio que abrigou o transmissor é de madeira e já está construído, bem como também há alguns equipamentos eletrônicos instalados. Ao menos um dos sistemas de antena já foi erguido. A área alvo pretendida é a América Latina e Ásia.

Quando estiver totalmente operacional, contará com dois transmissores: um Harris de 50 kW e um listado como PTS de 100 kW. Estão nos planos quatro antenas rômbicas. Os canais registrados correspondem às frequências de 6065, 9300 e 13570 kHz.

A International Fellowship of Churches continua a ser comandada por James Planck e informa em seu site que planeja construir estações adicionais em ondas medias e curtas em locais estratégicos de forma a obter cobertura mundial. O grupo conta com uma emissora de ondas medias em Honduras, a HREZ, na cidade de Comayaguela, com 1 kW em 1490 kHz. A organização opera em Honduras com o nome International Missionary Fellowship, cuja abreviatura é IMF, o que remete ao indicativo norte americano KIMF.

Seu site também informa que também há uma emissora de ondas curtas que co habita o sítio transmissor de ondas médias em Honduras e que esta no ar. Há alguns anos isso de fato aconteceu e ela operou em 3340 e 5010 kHz. Entretanto, mais recentemente tais frequências estão em silêncio, mas há planos de reativar tais transmissores em breve.

A programação será produzida em um estúdio em Los Angeles com link via satélite até o transmissor. Seu endereço postal no moment0 é 9102 Reserve Drive, Corona CA 92883, Estados Unidos.

Ao que parece ela entrará em operação muito em breve. Fica apenas a questão: quem será o primeiro ouvinte a captá-la?

Artigo traduzido mediante autorização. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.

Você já conhece o canal Regional DX no Youtube? Vídeos novos publicados nos dias pares do mês. Não deixe de se inscrever, curtir os vídeos, comentar e compartilhar o conteúdo. Visite em youtube.com/regionaldx





Rede do Coração – Campinas/SP

13 07 2017

A Rede do Coração é mais uma entre as muitas emissoras de cunho religioso a ocupar a faixa de FM. Com um propósito que mescla sua programação normal com a veiculação de músicas românticas, tem sintonia bastante fácil por aqui.

A RDC foi sintonizada em Sorocaba/SP na frequência de 106,1 MHz conforme áudio abaixo:





Jovem Pan – São Miguel Arcanjo/SP

11 07 2017

Provavelmente esta foi a primeira carta do gênero que esta emissora recebeu. Sua base operacional fica em Itapetininga, local de onde confirmei uma afiliada da Jovem Pan na década de 90. Foi como confirmar duas “encarnações” de uma mesma emissora. 🙂