Sábado em El Salvador

21 09 2014

Tom Williamson

A República de El Salvador é o menor país da América Central, com seis milhões de habitantes. A capital é a cidade de San Salvador, próxima ao belo Lago Ilopango, é a sede do governo. O país faz fronteira com Guatemala e Honduras a nordeste e oeste respectivamente.

Historicamente parte do Império Asteca, El Salvador compartilha com outras repúblicas do continente a presença colonizadora dos espanhois e fez parte da Federação Centroamericana. Foi palco de uma longa guerra civil. A população consiste de uma mistura de mestiços e descendentes de europeus.

Na tradição Anglo-Saxônica a sexta feira 13 é considerada um dia de azar. Quando vivi na Guatemala fiquei sabendo que esta data correspondia à terça-feira 13, mas não tenho certeza se em nos países da região é igual. Para El Salvador certamente o dia do infortúnio certamente foi o sábado 13 de Janeiro de 2001.

Perto do meio dia um grande terremoto atingiu a América Central, com epicentro na costa do Pacífico de El Salvador. Os danos foram maiores na capital e regiões a leste e oeste, assim como nas proximidades de La Libertad.

Essa é uma região bastante suscetível a terremotos e El Salvador passou por uma situação semelhante dez anos atrás. O terremoto chegou à escala 7,6, um valor bastante severo.

Como efeito dos tremores de terra é comum a ocorrência de deslizamentos de terra. Foi o que aconteceu na cidade de Santa Tecla (também conhecida como Nueva San Salvador), a oeste da capital. O deslizamento soterrou várias casas em questão de segundos. O bairro de Las Colinas foi particularmente afetado.

Tomei conhecimento do fato pelo Serviço Mundial da BBC. Os detalhes eram poucos e acreditava-se que Honduras também tivesse sido fortemente atingido (soube-se depois que outro país vitimado foi a Guatemala).

Você não precisa de uma parabólica, computador ou email para ficar informado! Um rádio de ondas curtas é eficiente e certamente uma alternativa mais barata. É uma pena que muitas emissoras latinoamericanas tenham deixado as ondas curtas em favor da FM ou ondas médias. El Salvador é um exemplo clássico de país que não possui transmissores de ondas curtas. A YSS/Radio Nacional seria uma fonte bastante útil de informações e para envio de mensagens familiares.

Busquei informações nas faixas radioamadorísticas e tive a sorte de encontrar a “Red de Emergencia” em 21330 kHz SSB. Nos dois dias seguintes essa frequência foi uma fonte fascinante de informações e emoções. Sob controle de W7XDX e auxílio de VE4JG, informações e solicitações foram ao ar.
Vários detalhes dos danos em Santa Tecla, San Salvador, San Vicente e Comasagua foram mencionados.

O terremoto foi sentido do México ao Panamá! Curiosamente a rede foi mencionada como “La Voz de las Americas” (isso faz lembrar dos velhos tempos da radiodifusão latinoamericana), que eu suponho ter sido um nome não oficial emocionalmente criado. Quase todas as comunicações eram em Espanhol, mas mesmo sem conhecer o idioma era fácil identificar o nome das cidades e sentir a urgência por informações.

No mesmo dia, sintonizando a Rádio Havana Cuba foi possível confirmar alguns dos dados geográficos e ouvir pedido de ajuda internacional feito pelo Presidente Flores. Isso ocorreu na transmissão das 2230 UTC em 9550 kHz. Em seguida sintonizei o noticiário das 0100 UTC da Voz dos Andes em 9745 kHz. Algumas notícias foram repetidas e complementadas por informações sobre os deslizamentos de terra que mataram mais de 400 pessoas e outras 1200 estavam desaparecidas. México e Estados Unidos enviaram ajuda e houve o comprometimento por parte da Venezuela e Espanha.

Também soube que as equipes de resgate estavam tendo dificuldades em estradas bloqueadas. Apesar do fato de que a ajuda chegava pelo aeroporto ela enfrentava dificuldade para alcançar seu destino. Um aspecto dramático do esforço de resgate foi de que estavam recebendo telefonemas de celulares de vítimas soterradas na região de Las Colinas, bairro de classe média.

Em 17 de Janeiro a BBC informou que cerca de 150 mil pessoas ficaram desabrigadas. Um relatório de Marcos Alemán, da Associated Press e publicado na mídia informou que 141 mil casas foram destruídas, deixando 750 mil desabrigados. 710 pessoas morreram. Mesmo assim, será que tais números são precisos?

Artigo traduzido mediante autorização do Ontario DX Association. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.





Fax asiático

19 09 2014

Captar transmissões de Fax não é uma tarefa fácil. Cópias de qualidade dependem de sinais com qualidade muito boa. Salvo raras exceções, meus maiores êxitos foram com as estações da Guarda Costeira dos Estados Unidos.

A história mudou ao encontrar em meio as gravações feitas em Guareí uma quantidade bastante interessante de transmissões feitas entre 12,4 e 14 MHz. As imagens falam por si só.

12412 kHz – Kyodo NewsKyodo News

13538 kHz – Cape Town Radio (é da África do Sul, mas pela qualidade vale a pena compartilhar. :-))Cape Town Radio

13570 kHz – Seoul MeteoSeoul Meteo

13988,5 kHz -Tokyo Meteo Tokyo Meteo





Rádio Olinda

17 09 2014

Esta é mais uma entre tantas emissoras brasileiras que abandonaram as ondas curtas e tropicais para ficar nas ondas médias. Para não ficar com um texto semelhante ao das demais emissoras abordadas, visitei seu site. É informado que o alcance atual é de 100 km. Se ainda transmitissem em ondas tropicais esse valor seria maior. O problema é a viabilidade econômica em função da audiência…

Rádio Olinda

Rádio Olinda

Rádio Olinda

Rádio Olinda





Rádio Cacique

15 09 2014

min_radio_cacique-_LOGO_OFICIALMesmo não estando tão distante de Sorocaba, esta é uma emissora absolutamente inédita em meu registro de escutas.

Capão Bonito/SP dista 70 km de Guareí, local em que foi efetuada a escuta da Rádio Cacique na frequência de 1230 kHz conforme áudio abaixo:





Para onde foram os sinais de intervalo?

13 09 2014

Joe Robinson

Antes do advento de receptores com leitura digital, a sintonia de emissoras envolvia certa dose de adivinhação, malabarismo com os dedos e às vezes um pouco de sorte. Se o ouvinte soubesse o local aproximado no dial e sintonizasse alguns minutos antes do início da transmissão certamente encontraria o sinal de intervalo que a distinguia de outras tantas. Muitos consistiam de trechos de músicas, sons de animais, cantos de pássaros ou notas musicais intercaladas com a identificação em um ou mais idiomas.

O World Radio-TV Handbook não apenas informava do que consistia o sinal de intervalo como incluía algumas ou todas as notas musicais de forma que qualquer pessoa com conhecimentos básicos de música pudesse saber como ele soava. O último ano em que o WRTH incluiu tal informação foi em 1989. Isso me ajudou muito a identificar de onde era o sinal de uma emissora inédita.

Quase todas as emissoras tinham algum tipo de sinal de intervalo. Há inclusive um site que disponibiliza vários sinais de intervalo do passado e presente, sejam de emissoras domésticas ou internacionais. No www.intervalsignals.net você poderá ouvir esses sons maravilhosos que foram gravados por vários ouvintes ao longo dos anos. Outra fonte interessante é o www.intervalsignals.org.

Muitas emissoras adotaram trechos musicais como sinal de intervalo. A Voz da América, por exemplo, usa as primeiras notas da canção “Yankee Doodle”, a Rádio Canadá Internacional as primeiras notas de “O Canadá” e a Rádio Áustria Internacional contava com as primeiras notas do “Danúbio azul”. A Rádio Bulgária usava as primeiras notas da “Suite búlgara”, a WEWN as primeiras notas cantadas de “Salve Regina” e a Rádio Suécia a canção “Pelo mundo”.

Sem dúvida alguma o sinal de intervalo mais curioso era o da Rádio Botswana, que consistia de  cantos de galo, mugidos de vaca e outros sons típicos de uma fazenda que iam ao ar quase dez minutos antes do início da programação. O que o tornava ainda mais curioso é que todos os sons de animais eram produzidos por humanos! A Kol Israel usava sons de trombetas que chamaram minha atenção quando ouvi seu serviço em Inglês para a América do Norte na década de 1970. Provavelmente você lembre da sua presença fora da faixa de 31 metros, na curiosa frequência de 9009 kHz…

Algumas emissoras ainda transmitem sinais de intervalo. Quais você ainda ouve nas ondas curtas? Qual o seu favorito ou o primeiro que ouviu? O meu foi o da Rádio Netherland e ele ficará para sempre em minha memória.

Artigo traduzido mediante autorização do Ontario DX Association. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.





Rádio Tupi São Paulo

11 09 2014

A emissora em questão hoje é apenas um nome fantasia entremeado por disputas judiciais e que em nada lembra o que originalmente foi, inclusive quanto a transmitir em ondas curtas.

Rádio Tupi São Paulo

Rádio Tupi São Paulo

Rádio Tupi São Paulo

Rádio Tupi São Paulo

Rádio Tupi São Paulo





Rádio Vanguarda

9 09 2014

Rádio VanguardaA Rádio Vanguarda é uma das emissoras mais tradicionais de Sorocaba e região. Achei curioso por nessa sintonia ter havido interferência da Super Rádio Deus é Amor, de Curitiba/PR mesmo não estando tão distante.

Sorocaba/SP dista 76 km de Guareí, local em que foi sintonizada a Rádio Vanguarda na frequência de 1210 kHz conforme áudio abaixo:








Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 49 outros seguidores